Arquivo da tag: timão

PARABÉNS MOLECADA! CORINTHIANS OCTACAMPEÃO DA COPA SÃO PAULO DE JUNIOR 2012!

Futuro Esquadrão Corinthiano.

Com a melhor campanha da história, 28 jogos, 28 vitórias, tomando apenas 2 gols, o Corinthians se sagrou campeão pela oitava vez da Copa São paulo de Juniores. Torneio que começa com 96 times e é disputado por times do país inteiro.

Sob o comando do Ex-jogador e Técnico Narciso, que tem uma bela história de superação na sua carreira, tanto como jogador como treinador, o Corinthians superou a melhor campanha de todos os tempo, que era a da Portuguesa do Dener, jogador da Portuguesa que faleceu em acidente de carro.

Por sua vez, a Fiel lotou o Pacaembu no feriado de Aniversário de 458 anos da Cidade de São Paulo, com 37500 pessoas.

O choro do moleque Marquinhos mostra o que é o Amor pelo Corinthians. Assita o vídeo:

História do jogo:

Guilherme Franco
Especial para o site da FPF
No Pacaembu

O Corinthians sagrou-se octacampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior ao vencer o Fluminense, por 2 a 1, nesta quarta-feira, às 10h, no estádio do Pacaembu. No 458º aniversário da cidade de São Paulo, o alvinegro não deu chances ao adversário carioca e conquistou a 43ª edição da competição com dois gols do zagueiro Antônio Carlos. De campanha irretocável, a equipe treinada pelo técnico Narciso venceu os oito jogos disputados e obteve um saldo de 30 gols marcados contra apenas dois sofrido.

A equipe paulista repete os feitos de 1969, 1970, 1995, 1999, 2004, 2005 e 2009 num estádio do Pacaembu de grande público. Com 37.659 pessoas, a torcida corintiana lotou as arquibancadas, numeradas e tobogã, enquanto que os cariocas encheram a arquibancada lilás, espaço destinado ao Fluminense.

Graças à vitória sem a necessidade da disputa de pênaltis, o Corinthians tornou-se o sexto campeão com 100% de aproveitamento. Atlético Mineiro em 1976; Internacional (RS), em 1980; Portuguesa, em 1991; o próprio Corinthians em 1999 e São Paulo em 2000, venceram todos os jogos. Além disso, com o resultado de 2 a 1, o Corinthians superou a Portuguesa e se tornou o campeão de melhor campanha da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O jogo começou agitado e com os times mostrando bastante ansiedade, mas com o Corinthians disposto a impor o ritmo logo nos primeiros minutos. Apesar da pressão alvinegra, aos quatro minutos o atacante tricolor Marcos Júnior aproveitou a bobeira da zaga corintiana, invadiu a área e bateu cruzado para uma ótima defesa do goleiro Matheus. Dois minutos mais tarde veio a resposta da equipe paulista. O lateral-direito Cristiano partiu com liberdade pelo flanco do campo e chutou forte, mas o goleiro Silézio espalmou para escanteio.

Com os dois times buscando ampliar o número de títulos do campeonato, a partida era de bastante equilíbrio e de boas oportunidades para ambas as equipes. Enquanto as oportunidades do alvinegro paulista saíam da forte pressão imposta, o time carioca arriscava nas jogadas de contra-ataque e bola parada.

Aos 14 minutos o Corinthians chegou mais uma vez com perigo pela lateral. Após ótima jogada individual do lateral-esquerdo Denner, o ala cruzou na cabeça do atacante Douglas, que mandou para fora. O jogo seguia bastante equilibrado, mas o time corintiano continuava com as melhores oportunidades.

Já aos 23, o Fluminense teve a melhor chance do jogo de abrir o marcador no estádio do Pacaembu. Após bom contra-ataque armado pelo meia Eduardo, o atacante Marcos Júnior saiu na cara do goleiro Matheus e bateu para fora, perdendo chance incrível. O tricolor carioca chegou novamente aos 45 quando o volante Higor recebeu na entrada da área e arriscou chute rasteiro nas mãos do goleiro corintiano. Um minuto mais tarde o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim da primeira etapa.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. Porém, ao contrário da etapa inicial, desta vez quem começou pressionando foi o time do Fluminense e aos quatro minutos o atacante Michael recebeu cruzamento do atacante Marcos Júnior, aproveitou a falha do goleiro Matheus, que espalmou a bola para baixo e abriu o placar para a equipe carioca: 1 a 0. Esse foi o primeiro gol que o arqueiro titular corintiano sofreu na competição.

Três minutos mais tarde, o Fluminense chegou novamente na bola aérea. O meia Eduardo cruzou na cabeça do lateral-direito Fabinho que mandou no ângulo, mas o goleiro Matheus evitou o que seria o segundo gol da equipe carioca. Aos 9, o técnico corintiano Narciso mexeu pela primeira vez na partida ao colocar o meia Wesley no lugar volante do Giovanni.

Após o gol, a torcida passou a empurrar mais do que nunca o time corintiano, mas a equipe carioca continuava sendo mais perigosa nos contra-ataques. Aos 16 minutos o técnico Marcelo Veiga mudou no Fluminense. O camisa 10 Eduardo foi substituído pelo lateral-esquerdo Fernando. Dessa forma, o comandante alterou o esquema tático, deslocando o ala Ronan para a meia. Um minuto mais tarde, a equipe carioca chegou novamente na velocidade do atacante Marcos Júnior, que cruzou bola fechada na área corintiana, mas o meia Fernando chegou tarde.

Quatro minutos mais tarde o Corinthians deixou tudo igual no placar da final da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após cobrança de escanteio do meia Matheuzinho, o zagueiro Antônio Carlos se antecipou à zaga carioca cabeceou forte para marcar o gol de empate, 1 a 1. O técnico Narciso mudou pela segunda vez o Corinthians, colocando o atacante Leandro no lugar do lateral-direito Cristiano.

Aos 26 minutos foi a vez do técnico do Fluminense, Marcelo Veiga, mexer no time. Entrou o lateral-direito Igor Julião no lugar do autor do gol, Michael, deixando a equipe mais defensiva. Cinco minutos mais tarde, o goleiro corintiano Matheus espalmou chute forte do lateral-esquerdo Fernando e salvou o Corinthians. Em seguida, aos 33, a última alteração do Corinthians. O goleiro Matheus saiu contundido e deu lugar a Ravi, camisa 12.

O Fluminense equilibrou o confronto, mas foi o Corinthians quem chegou novamente. Aos 39 minutos, o atacante Leandro fez boa jogada individual e cruzou rasteiro, porém o companheiro de ataque Wesley, bateu por cima.

Quatro minutos mais tarde, porém, o alvinegro paulista fez explodir a torcida no estádio do Pacaembu. Quase como uma repetição, o meia Matheuzinho mandou na cabeça do zagueiro Antônio Carlos, que marcou novamente se tornando o grande herói do jogo: 2 a 1.

Aos 48 min do segundo tempo, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim do jogo para a alegria da torcida corintiana. Com grande atuação do zagueiro Antônio Carlos, que marcou os dois gols, o Corinthians conquista pela oitava vez na história o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Dessa forma, o alvinegro não dispara somente no número de títulos (oito no total), mas confirma a hegemonia na competição da categoria mais importante do país com seis troféus nos últimos 17 anos. Sob a liderança do vitorioso técnico Narciso, o alvinegro paulista provou ser praticamente imbatível na Copa São Paulo de Futebol Junior e levou novamente taça para o Parque São Jorge.

Ficha técnica

Corinthians: Matheus (Ravi); Cristiano (Leandro), Antônio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanni (Wesley) e Matheuzinho; Douglas e Leonardo.
Técnico: Narcisio.

Fluminense: Silézio; Fabinho, Wellington, Léo Lelis e Ronan; Willian, Rafinha, Higor e Eduardo (Fernando); Marcos Júnio e Michael (Igor Julião).
Técnico: Marcelo Veiga.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira;
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Luis Alexandre Nilsen;
Quarto árbitro: Jorge Torres;
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo;
Data: 25 de janeiro, às 10h.
Gols: Michael, aos 4min, Antônio Carlos aos 21 e aos 43 min do 2ºT.
CA: Anderson, Gômes (COR); Willian, Silézio, Fabinho (FLU).
Público: 37.659 pessoas.


Fonte: Site da FPF

PS: Mais a noite o Corinthians Principal venceu o Guaratinguetá por 2 X 0 pela segunda rodada do Campeonato Paulista 2012 e terminou a noite dando mais uma alegria pra fiel!


SÓ QUEM É CORINTHIANS SABE O QUE É!

Corinthiano é aquele que vê pela primeira vez o time entrando e arrepia até a alma .

Aconteceu em São Paulo, um menino de 8 anos chegou em casa e perguntou:
– Pai, para que time eu torço?
O pai imediatamente detectou o problema. Não ligava muito para futebol, nunca tinha conversado com o filho sobre o assunto. Percebeu que o menino tinha chegado a uma idade em que é obrigatório ser torcedor. Decidiu que se esforçaria para reparar o erro.

Prometeu ao filho que o levaria a jogos de todos os clubes grandes de São Paulo, para que o garoto tivesse todas as oportunidades para escolher seu time do coração. Fez a devida lição de casa. Aprendeu os fatos, os nomes, os momentos e lugares importantes na História de cada clube.

A primeira visita foi ao Morumbi, numa tarde de jogo do São Paulo. Chegaram cedo, passaram no Memorial, viram os troféus da Copa Libertadores, da Copa Intercontinental.
– Filho, o São Paulo é o mais bem sucedido clube brasileiro no cenário internacional. Ganhou a Libertadores 3 vezes, foi a Tóquio duas vezes para conquistar a Copa Intercontinental, também tem um Mundial de Clubes da Fifa. Além disso, foi o primeiro clube da cidade a ter o seu Centro de Treinamento. E claro, é o dono desse estádio, o Morumbi, o maior de São Paulo.
O jogo foi ótimo, o São Paulo venceu, o menino ficou impressionado com o tamanho e conforto do Morumbi.
– E aí, quer comprar uma camisa? – perguntou o pai.
– Ainda faltam três times, né? Prefiro esperar.

A segunda visita foi ao Palestra Itália. Passearam pela sede do clube. Viram os bustos de Ademir da Guia, de Junqueira, de Waldemar Fiúme. Também conheceram a sala de troféus. Sentaram-se nas numeradas do estádio do Palmeiras.
– Filho, esse time é diferente dos outros, por causa da conexão com a origem dos torcedores. O Palmeiras tem uma ligação sanguínea com a Itália, se chamava Palestra Itália. Claro, ninguém precisa ser italiano para torcer pelo Palmeiras, mas é bonito ver essa relação familiar com o time. Os palmeirenses são apaixonados por essa camisa. Grandes craques passaram por aqui ao longo dos tempos. Tanto que o time tem o apelido de “Academia”. – contou o pai.
O Palmeiras ganhou, o menino vibrou. Gostou do ambiente no Palestra, da proximidade do gramado.
– Vamos comprar a camisa? – o pai perguntou.
– Mas ainda faltam dois times…

Próxima parada, Vila Belmiro. No carro, indo para Santos, o pai começou a falar sobre as glórias do time.
– Meu filho, esse time que você vai conhecer hoje é um patrimônio do futebol. É o time em que jogou o Pelé, o maior jogador da História. Teve o melhor time de todos os tempos, no começo da década de 60, quando não havia adversário neste planeta que pudesse vencê-lo. Você vai ver a quantidade de taças que eles têm.
Visitaram o Memorial das Conquistas e sua impressionante coleção de troféus. As fotos do timaço que conquistou o mundo duas vezes, do Rei Pelé e de tantos e tantos jogadores lendários.
O Santos ganhou o jogo, o menino ficou empolgado. Na Vila, dá para ficar ainda mais perto do campo.
Na saída, a mesma pergunta.
– Vamos comprar a camisa?
– Calma pai, ainda tem um jogo para a gente ir, não tem?

E foram ao Pacaembu, num domingo à tarde. Não conseguiram sair cedo de casa, estavam um pouco atrasados. O pai foi falando sobre o Corinthians no carro.
– Filho, estamos indo ao Pacaembu, mas o Pacaembu não é o estádio do Corinthians. É da prefeitura, porque o Corinthians não possui um estádio próprio. Mas a torcida se sente muito bem lá. Outra coisa: o Corinthians é o único time de São Paulo que ainda não ganhou a Copa Libertadores. Mas tem um detalhe interessante: é a maior torcida de São Paulo, e a segunda maior do Brasil. É uma torcida tão apaixonada que é chamada de “Fiel”. Esta torcida ficou por mais de vinte anos sem ganhar um título sequer, no entanto, incrivelmente, foi exatamente neste período que a torcida mais cresceu.
Dificuldades para estacionar o carro, confusão na descida da escadaria, empurra-empurra, correria, etc… enfim chegaram em frente ao Pacaembu. Chegando próximo à bilheteria, viram um homem pardo, de chinelos de dedo, comprando seu ingresso com os últimos trocados de sua surrada carteira.

Por causa do atraso, pai e filho entraram no Pacaembu pelo portão principal, quase na hora em que o Corinthians subiu ao gramado. Sentaram-se apertadamente na escadaria da arquibancada de cimento por falta de espaço, e logo tiveram de se levantar, porque o time foi para o campo. A emoção da torcida ao ver o time subir a escadaria do vestiário deixou o menino impressionado…
De repente, o pai percebeu algo assustador. Seu filho estava arrepiado, respiração alterada, chorando de euforia, irriquieto, e ao mesmo tempo rindo sozinho, feliz como se tivesse ganho o maior dos presentes.
– O que aconteceu, meu filho?
– Não sei, pai.
– Por que você está chorando?n
– Não sei…
– Quer ir embora?
– Não, quero ficar.
O jogo estava para começar quando o menino pegou o braço do pai.
– Pai, quero uma camisa.
– Como assim?
– Escolhi, pai.
– Mas o jogo ainda nem começou…
– Não importa, Eu sou corinthiano!

Leia mais: MEU TIMÃO


COMEMORA FIEL! O CORINTHIANS É PENTACAMPEÃO!

Pois bem, ontem o Corinthians foi PentaCampeão Brasileiro e eu vi o jogo em Santo André, com meu pai, e eu nunca sofri tanto. O domingo começou triste com a notícia da morte de Sócrates, mas acho que isso deu mais força aos Mosqueteiros. O minuto de silêncio foi emocionante! Todos com a mão levantada como ele fazia quando comemorava seus gols.

Jogo tenso e o rival querendo estragar a festa, mas no fim deu tudo certo. Parecia virada de ano, muito fogos como é de praxe lá no ABC/ZL.

Corinthians como sempre contra tudo e contra todos, nadando contra a maré!

Ah, encima da Porcada foi mais gostoso!

VaiCorinthians


Salve Doutor Sócrates! O título é pra você!

Perguntaram uma vez para o Sócrates, como ele queria morrer. Ele respondeu: “Quero morrer em um Domingo e com o Corinthians Campeão”

Vai em Paz doutor!


Será que o palmeirense Diego cavalieri entregou o jogo para o Vasco?

Ontem na penúltima rodada do Brasileirão de 2011 o Corinthians poderia se sagrar campeão se vencesse o Figueirense e o Vasco perdesse para o Fluminense.

A baixaria já começou quando o jogo de Vasco e Fluminense começou 5 minutos depois do jogo do Corinthians e Figueirense! Mas nem nos jogos da da Série C do Campeonato Paulista isso acontece mais!

Eu assiti mais o jogo do do Fluminense e Vasco do ue o do Corinthians e afirmo categoricamente que quando o Corinthians fez o gol em Santa Catarina, o que acabou com as chances do Fluminense, alguns jogadores, os mais inexpressivos, ‘tiraram o pé’, para favorecer o time do Vasco.

Não o Fred, nem o Deco, mas a última ‘Batida de Roupa do Diego CAvalieri’, ex goleiro do Palmeiras foi vergonhosa.

Um Goleiro Nunca espalma bola pra baixo em lances de cabeçada! Será que ele teria feio isso por não gostar do Corinthians?

Quando se fala em Mala Branca, não quer dizer que todos os jogadores vão fazer corpo mole! Alguns fazendo já é o suficiente.

Quem se lembra do jogo Inter X Goiás no Serra Dourado em 2007, quando metade do time do Inter andou em Campo, para que o Corinthians fosse rebaixado, ne Sr. Fernandão!

Veja o vídeo Abaixo e repare bemnas defesas de Rogério Ceni no jogo do SPFC contra o Fluminense do ano passado! Se o SPFC ganha o jogo, isso iria favorecer o Corinthians! Torcedores pressionaram os jogadores e fizeram até campanha na internet!

Torcedores comemoraram os gols do Fluminense! Isso só acontece com times medíocres! Ou alguém acha que o Barcelona ou Internazionale de milão seriam capazes de uma coisas dessas.

“Ah mas o Goleiro Felipe entregou em 2009!” Felipe é um goleiro medíocre e deve ter entregado mesmo! Esse é o probema dos pontos corridos!

Reparem nas expulsões propositais e nas rebatidas do Goleiro Frangueiro!

Ontem no jogo Vasco Fluminense o último gol do Vasco foi muito estranho. repare que o zagueiro pula de um jeito esquisito quando o jogador do fluminense cruza a bola, ele não levanta a perna! E mais, depois o goleiro rebate a bola no começo da pequena área, como quem diz, “Faz agora pra não ficar feio!” igual as rebatidas do Goleiro frangueiro das meninas do Morumbambi!

Veja os lances:

Esse post é o meu Protesto contra essa fórmula de pontos corridos, que no Brasil não funciona! Isso tá tirando o Brilho do futebol, tá acabando com os hérois em jogos épicos e estragando o espetáculo. Fora que da azo à corrupção, seja mala Branca ou preta!


É amanhã! Quanto nervosismo!

Tô tão nervoso que eu nem posso ver anunciar o jogo de amanhã. Todos os jogos do timão são nervosos, espero que amanhã já possamos soltar o Grito de Campeão, uma final com o rival querendo nos derrubar vai ser demais pra minha cabeça.
Agora é esperar até amanhã !
Tomára que o próximo post seja o de campeão!
Vai Corinthians!


Com vocês o Imperador Adriano! Que Gol Memorável!

Assim como o primeiro gol do Fenômeno o primeiro de Adriano foi Grandioso! Valeu Imperador! Rumo ao título!

Narrado por Cléber Machado!

Vários Narradores do Rádio

Gravado pelos torcedores

Vai Corinthians!


A hora agora é de torcer e não esmorecer!

Faz tempo que não escrevo aqui, mas este é o momento certo!

Ontem o Timão perdeu pra América-MG laterna do campeonato. Será o fim?

Vou relembrar os Corinthianos da final de 1977. Os jogos que nos levariam à final, foram decisivos e o timão não poderia perder de jeito nenhum: 21/09 – Corinthians 0 x 1 Guarani – Pacaembu
25/09 – Botafogo-RP 0 x 1 Corinthians – Santa Cruz
29/09 – Corinthians 1 x 0 Portuguesa – Morumbi
02/10 – Corinthians 2 x 1 São Paulo – Morumbi

Jogos muito apertados! E contra times pequenos!

Depois fomos para a final com a ponte e fomos campeões num jogo muito sofrido (assita 23 anos em 7 segundos).

A hora agora é de torcer muito, pois o Corinthians não vai ser campeão com 3 rodadas de antecedência, se for não é o Corinthians!

Portanto, não dêem ouvidos à imprensa e aos AntiCorinthianos. Lutar com Raça e tradição e torcer pro Timão ser penta campeão Brasileiro.

Vai Corinthians!


O Anticorinthianismo em mais uma tentativa de Golpe contra o Corinthians.

No começo da semana, o Presidente do Cornthians Andrés Sanchez foi até a Câmara da cidade de São paulo pedir para os vereadores se apressarem para votaram um projeto de lei que dará 420milhões de reais em incentivos fiscais para a construção do estádio do Corinthians que servirá de Palco para a Abertura da Copa no Brasil.

Pois bem, tudo certo, a maioria dos vereadores ouviram as argumentações de Andrés Sanchez e estavam de acordo para votarem a favor do projeto, quando o vereador Aurélio Miguel, ídolo do Judô Brasileiro, atleta com notoriedade nacional, que muito contribuiu para o nosso País com a medalha olímpica… e Conselheiro do São paulo Futebol Clube, isso mesmo, aquele clebe dono do Estádio que foi rejeitado pela FIFA, pediu vista do processo e prorrogou a votação, depois postou em seu site a seguinte justificativa:

Sou contra isenção fiscal ao Itaquerão. E ao Morumbi, Palestra, Canindé …
O prefeito Gilberto Kassab quer conceder ao Corinthians incentivos fiscais de mais de R$ 420 milhões para a construção de seu estádio em Itaquera. É dinheiro público para a realização de um sonho de um clube de futebol da capital paulista. Sem isso, dificilmente a obra ficará pronta a tempo de receber jogos da Copa do Mundo de 2014. Não concordo que esse tipo de investimento milionário seja feito. Para nenhum clube de futebol, inclusive o São Paulo FC onde sou conselheiro, como já me manifestei em diversas ocasiões – basta ver meus posicionamentos contrários a construção do Monotrilho/Linha Ouro 17 e da cessão por parte da prefeitura da praça pública defronte ao estádio do Morumbi ao São Paulo e que se transformaria em estacionamento privado do clube.

Preocupado que está com a organização de seu novo partido, o PSD (Partido Sem Destino), o prefeito Kassab não presta atenção nas coisas da cidade e sequer se lembra do que fala. No ano passado o estádio do Morumbi foi descartado para a Copa por não ter dinheiro suficiente para as obras de adequação exigidas pela FIFA. Na oportunidade, Gilberto Kassab jurou de pés juntos que não colocaria dinheiro municipal em estádio nenhum. Agora quer premiar um estádio com mais de R$ 400 milhões, dinheiro da cidade.

Depois de descartar todas as opções mais baratas, vem agora o senhor prefeito acenar com essa proposta que condeno e rejeito. Oras, o Pacaembu por bem menos também se transformaria em excelente opção para o Mundial e se trata de um equipamento público. Sem falar que o Parque Antártica, do Palmeiras, está passando por ampla reforma sem contar com dinheiro do povo.

A região de Itaquera precisa de investimentos em sua infra-estrutura. Desde 1992 existem projetos para o desenvolvimento daquela importante área da capital paulista. Esses projetos dormem nas gavetas do Executivo. Não seria necessária a construção de uma arena esportiva para desenvolver a Zona leste da cidade. Ali as prioridades são hospitais, escolas, moradia e transporte público de qualidade. Porque não se usa o incentivo fiscal de mais de R$ 400 milhões para a construção de creches ?. Isso sim é dar destino correto ao dinheiro público.

Quero, como esportista e cidadão paulistano, que o Corinthians tenha um estádio digno de sua torcida. Mas ele tem que ser erguido com dinheiro privado. Verba pública é para infra-estrutura que beneficie toda a população e não apenas um clube, seja ele qual for. Por isso mesmo solicitei vistas ao Projeto 288/2011. Dinheiro do município é coisa séria e está na hora de as autoridades de São Paulo levarem isso em conta.

Aurélio Miguel
Líder do PR na Câmara Municipal de São Paulo

Fonte: http://www.aureliomiguel.com.br/not_2011jun21a.htm

Em certo ponto concordo com o vereador, acho que Itaquera precisa mesmo de muito investimento, mas será que impedir a construção do Estádio realmente é fazer justiça social de que tanto o povo daquela regiao precisa.

Será que essa bandeira que o vereador levantou, de agora querer defender Itaquera, será levada em frente? Será que ele irá conseguir 420milhões de incentivos fiscais pra Itaquera e construir, escolas, hospitais, creches como bem diz o texto?

Vamos aos fatos: Aurélio Miguel é Vereador desde 2004 pela prefeitura de São Paulo.

Numa pesquisa rápida no site do Câmara Municipal de São Paulo, os projetos de lei (clique para ler os projetos de lei do vereador) do nobre Edis, na sua grande maioria, são nomeações de Título de Cidadão Paulistano, ao todo são 12, incluindo Rogério Ceni, Goleiro do SPFC ! Ah, ele criou também o dia do SPFC!

Criou também outros projetos, dentre eles nomeações de praças(3), deu nome a 2 CEU (escolas de São Paulo), nomeou uma concha acústica, criou a semana da feira de livros, Dia do Jiu Jitsu, dia da Catalunha,(seu pai é natural de Barcelona).

Teve alguns projetos de relevência, como modificações para ajudar o Bolsa Atleta, a obrigação de exibição do medidor de temperatura nos supermercados, a obrigação do envio dtacógrafos aos orgãos fiscalizadores, criou o Evento “Espaço da melhor idade”, Conferência dos esportes, incluiu duas maratonas e um campeonato de judô no calendário de eventos esportivos da cidade.

Ótimo para um vereador de origem no esporte, mas o que ele fez pelo povo de Itaquera? NADA. E pra ajudar mais ainda quer barrar a construção do Estádio do Povo!

Deseja também, que por conta de uma briga POLÍTICA entre o PT (Governo Federal), o PSDB (Governo Estadual e até pouco tempo situação na prefeitura), o Estado de São Paulo não sedie a abertura da Copa do Mundo, já que o estádio do clube ao qual ele é vinculado, foi vetado.

Alegou que a reforma do Morumbi seria mais barato, ora, pra reformar seria necessário dinheiro! Incentivo fiscal não resolveria e realmente não é certo pegar dinheiro público para colocar em um estádio privado, mas já que ele é vereador, porque não conseguiu incentivos fiscais para a reforma do estádio? porque não tem como, não tem o que por em garantia!

Mais uma coisa, o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento econômico e Social tem esse nome e não é por acaso. O dinheiro que ele empresta serve para o país, estado ou prefeitura se desenvolver na área social! O dinheiro emprestado pela Odebrecht para fazer o Estádio deverá ser devolvido! Não tem nada de dinheiro público nisso! O BNDES empresta dinheiro até pra outros países! Não me venham falar em dinheiro Público! Viu Sr. Flávio Prado, que se diz torcedor da Ponte preta mas não é, é bambi !

Este evento, pela primeira vez privilegiaria a Zona Leste, região sempre preterida no orçamento da cidade.

Outra coisa que é importante salientar, incentivos fiscais, não quer dizer ue o Corinthians vai receber Dinheiro vivo em espécie para construir o Estádio, quer dizer que a prefeitura vai deixar de receber dinheiro proveniente de tributos, mas que com a Copa do Mundo, vai trazer em triplo, já que a cidade de São Paulo poderá faturar até 2 bilhões de reais e consequentemente, a região de Itaquera irá melhorar, pois no entorno do Estádio serão feitas benfeitorias estimuladas pela obra e por conta dos jogos.

Com tudo isso que foi mostrado, fica evidente que o vereador não pediu vista do processo para ‘ajudar’ o povo de Itaquera, mas sim, para barrar um projeto sonhado pelo torcedor Corinthiano, que sempre tem de lutar contra essa onda, a onda facista do ‘ANTICORINTHIANISMO’, da qual faz parte a imprensa golpista de São Paulo, que em sua maioria são são paulinos e palmeirenses nas redações dos jornais, e que fazem parte alguns empresários e políticos, e que por muitas vezes tentou destruir o time, mas que não vai conseguir, eles não vão derrotar 35 milhões de torcedores, não vão derrotar a força de São Jorge Guerreiro!

Saravá São Jorge!  Vai Corinthians


Sobre a camisa grená.

Uniforme II deu sorte ao Corinthians, 2 X 1 no Coritiba!

 

Muito tempo se passou e muita coisa aconteceu desde o último post, mas o tempo voa e é muito difícil achar tempo pra escrever. Mas como não sou jornalista, não gosto da obrigação de escrever, até pra não ficar chato, pois o blog tem de ser uma distração e desabafo. Vi a repercussão que a camisa qrená do Corinthians deu na mídia e nas redes sociais, vi até a nota dos gaviões da fiel, jornalistas etc.

Eu achei a camisa bem bonita e quando foi usada pela primeira vez teve uma boa causa, pois era para homenagear o time do Torino da itália que foi o primeiro time internacional a enfrentar o Corinthians e que tinha uma camisa grená, e que sofreu um acidente onde morreu o time inteiro.

Ocorre que o Corinthians não tem dono, pertence a todos nós corinthianos, e para aqueles que não são sócios, mas querem contribuir com o time de alguma forma, o marketing esportivo e venda de produtos e camisas são uma boa opção.

Sou de Santo André, já na divisa com a cidade de São Paulo, ali em São Mateus, Itaquera, e sei bem o que o Corinthians representa pra esse povo. Quando somos campeões parece até fim de ano de tantos fogos, muito mais do que a torcida de outros times.

Nunca tive a oportunidade de frequentar o clube, mas entendo que isso não me torna menos corinthiano do que os sócios! Cuidado para vocês não ‘Elitizarem o Corinthianismo’, e acharem que quem é de São Paulo é mais contiano do que os que estão fora da cidade, do Estado ou do País. me mudei para o Estado do Paraná, onde a torcida do Corinthians é maior do que a do Coritiba e do Atlético Paranaense juntas e é o estado onde tem mais coirnthianos depois de São Paulo, e tem muito torcedor fanático que mata e morre pelo time.

Ser Corinthiano é um estado de espírito, é uma religião, não importa se mora no Tatuapé ou na PQP! Sou contra a campanha de que não podemos comprar camisas que não sejam preta e branco ou só a branca. Quando era criança tinha um sonho de ter uma camisa do corinthians oficial e não podia ter. Hoje gosto de colecioná-las e entendo que isso não prejudica o time, pois se prejudicasse, não estaríamos construindo Estádio, não teríamos a marca mais forte dentre todos os times, não teríamos saído da segunda divisão com a facilidade que saímos, CT novo,  etc.

Os clubes hoje são cada vez mais parecidos com empresas, infelizmente, e se bobearmos vamos ficar pra trás. Pensar no Corinthians como os áureos tempos, onde não se pensava em investimentos, já não funciona e isso é fato.

Portanto, sem essa de que não é bom vender camisa, o marketing não presta, blá blá blá, cada um faz sua parte e no fim dá tudo certo. Claro que a camisa tem toda uma história, sem falar na mística, mas arrecadar dinheiro por outros meios faz bem pro clube, até porque, se fosse manter o clube com dinheiro dos sócios, seríamos um time medíocre.

Vamos nos preocupar com o que está por vir, e fiscalizar a construção do Estádio, contratação de jogadores, pressionar técnico e dirigentes, torcer muito, apoiar o time como sempre a fiel faz e deixar essas questões menores e protestos idiotas como o visto no jogo contra o Coritiba, onde dois bestas entraram o campo exibindo a camisa listrada em protesto contra a grená de lado. E fim de papo!

 

Vai Corinthians Porra!


%d blogueiros gostam disto: