Arquivo da tag: #maiorqueissotudo

SÓ QUEM É CORINTHIANS SABE O QUE É!

Corinthiano é aquele que vê pela primeira vez o time entrando e arrepia até a alma .

Aconteceu em São Paulo, um menino de 8 anos chegou em casa e perguntou:
– Pai, para que time eu torço?
O pai imediatamente detectou o problema. Não ligava muito para futebol, nunca tinha conversado com o filho sobre o assunto. Percebeu que o menino tinha chegado a uma idade em que é obrigatório ser torcedor. Decidiu que se esforçaria para reparar o erro.

Prometeu ao filho que o levaria a jogos de todos os clubes grandes de São Paulo, para que o garoto tivesse todas as oportunidades para escolher seu time do coração. Fez a devida lição de casa. Aprendeu os fatos, os nomes, os momentos e lugares importantes na História de cada clube.

A primeira visita foi ao Morumbi, numa tarde de jogo do São Paulo. Chegaram cedo, passaram no Memorial, viram os troféus da Copa Libertadores, da Copa Intercontinental.
– Filho, o São Paulo é o mais bem sucedido clube brasileiro no cenário internacional. Ganhou a Libertadores 3 vezes, foi a Tóquio duas vezes para conquistar a Copa Intercontinental, também tem um Mundial de Clubes da Fifa. Além disso, foi o primeiro clube da cidade a ter o seu Centro de Treinamento. E claro, é o dono desse estádio, o Morumbi, o maior de São Paulo.
O jogo foi ótimo, o São Paulo venceu, o menino ficou impressionado com o tamanho e conforto do Morumbi.
– E aí, quer comprar uma camisa? – perguntou o pai.
– Ainda faltam três times, né? Prefiro esperar.

A segunda visita foi ao Palestra Itália. Passearam pela sede do clube. Viram os bustos de Ademir da Guia, de Junqueira, de Waldemar Fiúme. Também conheceram a sala de troféus. Sentaram-se nas numeradas do estádio do Palmeiras.
– Filho, esse time é diferente dos outros, por causa da conexão com a origem dos torcedores. O Palmeiras tem uma ligação sanguínea com a Itália, se chamava Palestra Itália. Claro, ninguém precisa ser italiano para torcer pelo Palmeiras, mas é bonito ver essa relação familiar com o time. Os palmeirenses são apaixonados por essa camisa. Grandes craques passaram por aqui ao longo dos tempos. Tanto que o time tem o apelido de “Academia”. – contou o pai.
O Palmeiras ganhou, o menino vibrou. Gostou do ambiente no Palestra, da proximidade do gramado.
– Vamos comprar a camisa? – o pai perguntou.
– Mas ainda faltam dois times…

Próxima parada, Vila Belmiro. No carro, indo para Santos, o pai começou a falar sobre as glórias do time.
– Meu filho, esse time que você vai conhecer hoje é um patrimônio do futebol. É o time em que jogou o Pelé, o maior jogador da História. Teve o melhor time de todos os tempos, no começo da década de 60, quando não havia adversário neste planeta que pudesse vencê-lo. Você vai ver a quantidade de taças que eles têm.
Visitaram o Memorial das Conquistas e sua impressionante coleção de troféus. As fotos do timaço que conquistou o mundo duas vezes, do Rei Pelé e de tantos e tantos jogadores lendários.
O Santos ganhou o jogo, o menino ficou empolgado. Na Vila, dá para ficar ainda mais perto do campo.
Na saída, a mesma pergunta.
– Vamos comprar a camisa?
– Calma pai, ainda tem um jogo para a gente ir, não tem?

E foram ao Pacaembu, num domingo à tarde. Não conseguiram sair cedo de casa, estavam um pouco atrasados. O pai foi falando sobre o Corinthians no carro.
– Filho, estamos indo ao Pacaembu, mas o Pacaembu não é o estádio do Corinthians. É da prefeitura, porque o Corinthians não possui um estádio próprio. Mas a torcida se sente muito bem lá. Outra coisa: o Corinthians é o único time de São Paulo que ainda não ganhou a Copa Libertadores. Mas tem um detalhe interessante: é a maior torcida de São Paulo, e a segunda maior do Brasil. É uma torcida tão apaixonada que é chamada de “Fiel”. Esta torcida ficou por mais de vinte anos sem ganhar um título sequer, no entanto, incrivelmente, foi exatamente neste período que a torcida mais cresceu.
Dificuldades para estacionar o carro, confusão na descida da escadaria, empurra-empurra, correria, etc… enfim chegaram em frente ao Pacaembu. Chegando próximo à bilheteria, viram um homem pardo, de chinelos de dedo, comprando seu ingresso com os últimos trocados de sua surrada carteira.

Por causa do atraso, pai e filho entraram no Pacaembu pelo portão principal, quase na hora em que o Corinthians subiu ao gramado. Sentaram-se apertadamente na escadaria da arquibancada de cimento por falta de espaço, e logo tiveram de se levantar, porque o time foi para o campo. A emoção da torcida ao ver o time subir a escadaria do vestiário deixou o menino impressionado…
De repente, o pai percebeu algo assustador. Seu filho estava arrepiado, respiração alterada, chorando de euforia, irriquieto, e ao mesmo tempo rindo sozinho, feliz como se tivesse ganho o maior dos presentes.
– O que aconteceu, meu filho?
– Não sei, pai.
– Por que você está chorando?n
– Não sei…
– Quer ir embora?
– Não, quero ficar.
O jogo estava para começar quando o menino pegou o braço do pai.
– Pai, quero uma camisa.
– Como assim?
– Escolhi, pai.
– Mas o jogo ainda nem começou…
– Não importa, Eu sou corinthiano!

Leia mais: MEU TIMÃO


O Anticorinthianismo em mais uma tentativa de Golpe contra o Corinthians.

No começo da semana, o Presidente do Cornthians Andrés Sanchez foi até a Câmara da cidade de São paulo pedir para os vereadores se apressarem para votaram um projeto de lei que dará 420milhões de reais em incentivos fiscais para a construção do estádio do Corinthians que servirá de Palco para a Abertura da Copa no Brasil.

Pois bem, tudo certo, a maioria dos vereadores ouviram as argumentações de Andrés Sanchez e estavam de acordo para votarem a favor do projeto, quando o vereador Aurélio Miguel, ídolo do Judô Brasileiro, atleta com notoriedade nacional, que muito contribuiu para o nosso País com a medalha olímpica… e Conselheiro do São paulo Futebol Clube, isso mesmo, aquele clebe dono do Estádio que foi rejeitado pela FIFA, pediu vista do processo e prorrogou a votação, depois postou em seu site a seguinte justificativa:

Sou contra isenção fiscal ao Itaquerão. E ao Morumbi, Palestra, Canindé …
O prefeito Gilberto Kassab quer conceder ao Corinthians incentivos fiscais de mais de R$ 420 milhões para a construção de seu estádio em Itaquera. É dinheiro público para a realização de um sonho de um clube de futebol da capital paulista. Sem isso, dificilmente a obra ficará pronta a tempo de receber jogos da Copa do Mundo de 2014. Não concordo que esse tipo de investimento milionário seja feito. Para nenhum clube de futebol, inclusive o São Paulo FC onde sou conselheiro, como já me manifestei em diversas ocasiões – basta ver meus posicionamentos contrários a construção do Monotrilho/Linha Ouro 17 e da cessão por parte da prefeitura da praça pública defronte ao estádio do Morumbi ao São Paulo e que se transformaria em estacionamento privado do clube.

Preocupado que está com a organização de seu novo partido, o PSD (Partido Sem Destino), o prefeito Kassab não presta atenção nas coisas da cidade e sequer se lembra do que fala. No ano passado o estádio do Morumbi foi descartado para a Copa por não ter dinheiro suficiente para as obras de adequação exigidas pela FIFA. Na oportunidade, Gilberto Kassab jurou de pés juntos que não colocaria dinheiro municipal em estádio nenhum. Agora quer premiar um estádio com mais de R$ 400 milhões, dinheiro da cidade.

Depois de descartar todas as opções mais baratas, vem agora o senhor prefeito acenar com essa proposta que condeno e rejeito. Oras, o Pacaembu por bem menos também se transformaria em excelente opção para o Mundial e se trata de um equipamento público. Sem falar que o Parque Antártica, do Palmeiras, está passando por ampla reforma sem contar com dinheiro do povo.

A região de Itaquera precisa de investimentos em sua infra-estrutura. Desde 1992 existem projetos para o desenvolvimento daquela importante área da capital paulista. Esses projetos dormem nas gavetas do Executivo. Não seria necessária a construção de uma arena esportiva para desenvolver a Zona leste da cidade. Ali as prioridades são hospitais, escolas, moradia e transporte público de qualidade. Porque não se usa o incentivo fiscal de mais de R$ 400 milhões para a construção de creches ?. Isso sim é dar destino correto ao dinheiro público.

Quero, como esportista e cidadão paulistano, que o Corinthians tenha um estádio digno de sua torcida. Mas ele tem que ser erguido com dinheiro privado. Verba pública é para infra-estrutura que beneficie toda a população e não apenas um clube, seja ele qual for. Por isso mesmo solicitei vistas ao Projeto 288/2011. Dinheiro do município é coisa séria e está na hora de as autoridades de São Paulo levarem isso em conta.

Aurélio Miguel
Líder do PR na Câmara Municipal de São Paulo

Fonte: http://www.aureliomiguel.com.br/not_2011jun21a.htm

Em certo ponto concordo com o vereador, acho que Itaquera precisa mesmo de muito investimento, mas será que impedir a construção do Estádio realmente é fazer justiça social de que tanto o povo daquela regiao precisa.

Será que essa bandeira que o vereador levantou, de agora querer defender Itaquera, será levada em frente? Será que ele irá conseguir 420milhões de incentivos fiscais pra Itaquera e construir, escolas, hospitais, creches como bem diz o texto?

Vamos aos fatos: Aurélio Miguel é Vereador desde 2004 pela prefeitura de São Paulo.

Numa pesquisa rápida no site do Câmara Municipal de São Paulo, os projetos de lei (clique para ler os projetos de lei do vereador) do nobre Edis, na sua grande maioria, são nomeações de Título de Cidadão Paulistano, ao todo são 12, incluindo Rogério Ceni, Goleiro do SPFC ! Ah, ele criou também o dia do SPFC!

Criou também outros projetos, dentre eles nomeações de praças(3), deu nome a 2 CEU (escolas de São Paulo), nomeou uma concha acústica, criou a semana da feira de livros, Dia do Jiu Jitsu, dia da Catalunha,(seu pai é natural de Barcelona).

Teve alguns projetos de relevência, como modificações para ajudar o Bolsa Atleta, a obrigação de exibição do medidor de temperatura nos supermercados, a obrigação do envio dtacógrafos aos orgãos fiscalizadores, criou o Evento “Espaço da melhor idade”, Conferência dos esportes, incluiu duas maratonas e um campeonato de judô no calendário de eventos esportivos da cidade.

Ótimo para um vereador de origem no esporte, mas o que ele fez pelo povo de Itaquera? NADA. E pra ajudar mais ainda quer barrar a construção do Estádio do Povo!

Deseja também, que por conta de uma briga POLÍTICA entre o PT (Governo Federal), o PSDB (Governo Estadual e até pouco tempo situação na prefeitura), o Estado de São Paulo não sedie a abertura da Copa do Mundo, já que o estádio do clube ao qual ele é vinculado, foi vetado.

Alegou que a reforma do Morumbi seria mais barato, ora, pra reformar seria necessário dinheiro! Incentivo fiscal não resolveria e realmente não é certo pegar dinheiro público para colocar em um estádio privado, mas já que ele é vereador, porque não conseguiu incentivos fiscais para a reforma do estádio? porque não tem como, não tem o que por em garantia!

Mais uma coisa, o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento econômico e Social tem esse nome e não é por acaso. O dinheiro que ele empresta serve para o país, estado ou prefeitura se desenvolver na área social! O dinheiro emprestado pela Odebrecht para fazer o Estádio deverá ser devolvido! Não tem nada de dinheiro público nisso! O BNDES empresta dinheiro até pra outros países! Não me venham falar em dinheiro Público! Viu Sr. Flávio Prado, que se diz torcedor da Ponte preta mas não é, é bambi !

Este evento, pela primeira vez privilegiaria a Zona Leste, região sempre preterida no orçamento da cidade.

Outra coisa que é importante salientar, incentivos fiscais, não quer dizer ue o Corinthians vai receber Dinheiro vivo em espécie para construir o Estádio, quer dizer que a prefeitura vai deixar de receber dinheiro proveniente de tributos, mas que com a Copa do Mundo, vai trazer em triplo, já que a cidade de São Paulo poderá faturar até 2 bilhões de reais e consequentemente, a região de Itaquera irá melhorar, pois no entorno do Estádio serão feitas benfeitorias estimuladas pela obra e por conta dos jogos.

Com tudo isso que foi mostrado, fica evidente que o vereador não pediu vista do processo para ‘ajudar’ o povo de Itaquera, mas sim, para barrar um projeto sonhado pelo torcedor Corinthiano, que sempre tem de lutar contra essa onda, a onda facista do ‘ANTICORINTHIANISMO’, da qual faz parte a imprensa golpista de São Paulo, que em sua maioria são são paulinos e palmeirenses nas redações dos jornais, e que fazem parte alguns empresários e políticos, e que por muitas vezes tentou destruir o time, mas que não vai conseguir, eles não vão derrotar 35 milhões de torcedores, não vão derrotar a força de São Jorge Guerreiro!

Saravá São Jorge!  Vai Corinthians


Não para, não para, não para…….. parou!


“Convivi com Ronaldo por aproximadamente dezoito intensos meses, quando técnico do Corinthians. Sua força individual contagiou a todos nós.”
14/02/2011 – 14:03

 

Hoje, sem dúvida nenhuma, é mais um dos muitos dias especiais que o futebol e a vida nos proporcionam.

Mesmo vivendo neste turbilhão de acontecimentos, nesta loucura geral, por um instante muita gente, mais muita gente mesmo, entre elas eu, parou para acompanhar o anuncio oficial do encerramento da carreira de Ronaldo “Fenômeno”, que um dia já foi Ronaldinho e que agora voltará a ser Ronaldo Nazário de Lima.

Sua trajetória se explica com gigantescos feitos. Ser o maior goleador de todas as Copas. Ser escolhido o melhor do mundo em três oportunidades. Ser vencedor nos principais clubes do mundo, transformando-se em um ídolo mundial, capaz de parar o Haiti com a Seleção Brasileira em um jogo amistoso.

Convivi com Ronaldo por aproximadamente dezoito intensos meses, quando técnico do Corinthians. Sua força individual contagiou a todos nós. Os resultados foram mais significativos no primeiro ano, mas sua vontade de ganhar qualquer disputa, inclusive as mais singelas “apostas”, explica sua capacidade de sempre ressurgir, de superar o que superou em termos de lesões e de nunca se acomodar nas justificativas.

Tenho firme na memória a imagem de vê-lo colocando bandagem, sentado em uma mesa de madeira, no então contêiner-vestiário do hoje CT corinthiano, dias antes de ganharmos o Paulistão de maneira invicta e a Copa do Brasil, em 2009. A simplicidade era de um iniciante.

De agora para frente vai virar lenda, vai se juntar a tantos outros grandes que nos encheram de alegrias com suas obras primas. Felizmente para nós do futebol brasileiro é assim, uns vão e outros vêm. Que os que vierem, tragam consigo o aprendizado dos que, como Ronaldo, souberam seguir, sempre em frente, de cabeça erguida. Seus defeitos? Bom, seus defeitos estão presentes nos humanos – aliás, era apenas nisso que dava para ver que ele era humano.

O que cabe a nós a partir de agora, é retribuir tudo que Ronaldo nos fez, minimizando esta sensação de vazio que ele deve estar sentindo, com o carinho que o torcedor brasileiro sempre teve para com ele. Então mais uma vez ele ressurgirá em alguma outra atividade – espero relacionada com o futebol – fazendo o sucesso que sempre foi a sua marca, a marca dos vencedores.

Sumirão e surgirão amigos, fecharão e abrirão portas, perderás e ganharás título de presidência. Enfim, a vida vai continuar e ninguém mais do que você sabe disso, porque o ônibus continua saindo de São Cristóvão… mas para você embarcar, ele para em qualquer lugar.

Até breve.
Mano Menezes


FENÔMENO PARA SEMPRE!

Ontem o mundo foi atingido por uma notícia que deixou de luto o mundo do futebol e principalmente a torcida Fiel Corinthiana. Ronaldo vai se APOSENTAR! Ele disse que não aguenta mais as dores decorrentes de oito cirurgias e sete lesões graves.

Com muita humildade fez as pazes com o Neto e lhe disse que mal pode pegar os filhos no colo. Parte da imprensa abutre diz que é por conta das críticas feitas pela torcida na porta do CT do Corinthians, mas não, parece que  a paposentadoria é por conta das fortes dores que o fenômeno tem sentido.

A desclassificação da Libertadores da América pode ter contribuído, afinal de contas, pra quem já ganhou de tudo, nessa hora falta motivação mesmo.

Eu nunca vi um craque da magnitude de Ronaldo parar de jogar futebol, mas posso dizer que o clima é mesmo de comoção nacional. Todos os torcedores, de todos os clubes devem estar um pouco tristes sim. Todos os jornais esperam pela entrevista coletiva que ele irá conceder às 12:40h de hoje, onde se despedirá do futebol.

Mas na nossa lembrança ficará os grandes lances desse craque do futebol!

VALEU RONALDO! VALEU FENÔMENO!

 


Não queremos ser campeões.

03/02/2011 – 13:20 por Geral do Todo Poderoso Timão

Salve Geraldinos!!

Mais uma vez a obsessão pela vitória nos fez sair prematuramente da Libertadores. Não entendo e vejo uma pressão desnecessária para ganhar a tal competição Sulamericana. E como eu sempre disse e penso, só ganharemos a Libertadores quando essa pressão, obsessão e tudo mais, acabar. Iremos ganhar quando tratarmos uma Libertadores como um campeonato comum ou como mais um campeonato.

As declarações no começo do ano pareciam ensaiadas. Os jogadores que estão e os que vêem falam de uma obsessão uma obrigação de ganhar o torneio. Ganhar a Libertadores todo mundo quer. Mas eu também quero ganhar o Paulista, o Brasileiro e o que a gente entrar pra jogar. Corinthians é assim e tem que ser obcecado pela vitória e não em só uma competição.

É triste ser eliminado. É vergonhoso sair em uma Pré-Libertadores, contra um time bem mais fraco, sim é. Mas o que me deixou mais envergonhado foi a falta de brio, a falta de futebol e a falta de vontade. E esses mesmos motivos me envergonharam contra Bragantino, Noroeste e São Bernardo. Falta sangue e suor de verdade, como prometido para o jogo de ontem.

E quando se perde com o sentimento de que o time não tentou vencer é muito mais doloroso. Bom futebol o Corinthians deixou na final da Copa do Brasil de 2009. Aquele time era equilibrado e naturalmente vitorioso, de lá pra cá, me parece que o Corinthians tornou-se um amontoado de jogadores sem vontade, cheios de soberba. E o futebol não é assim.

Ano passado, quando fomos eliminados pelo Flamengo, eu disse aqui que não era momento de caça as bruxas. Continuo achando que não é hora de achar os culpados, mas mudanças necessárias têm que ser feitas. Tite deixou claro, apesar de sua simpatia, que não tem a menor possibilidade de treinar o Corinthians. O Corinthians não precisa de um treinador medroso. O elenco segue o mesmo e agora se junta o centro avante de verdade. Não dá pra encarar uma temporada com um atacante gorducho e bonachão, por mais craque que ele seja.

Aquela história de marketing e publicidade, que o futebol atual é business precisa acabar. Futebol é jogado no campo. Na bola. E não nas ações publicitárias. O time tem que ser bom por que um time bom que briga por títulos, vende. O Corinthians com um time bom, brigando por títulos, vende o dobro. Mais do que mudar nomes e pessoas, o pensamento tem que mudar. O pensamento da diretoria e dos jogadores.

Sobre o jogo não tem que falar. O que se viu foi um time recuado, medroso e que esperou o Tolima atacar. No único momento que jogou, no começo do segundo tempo, assustou o adversário, mas foi pouco. Havia um buraco no meio campo causado pela falta de uma meia de criação. E esses meias só apareceram depois de tomar o primeiro gol. Time que entra com medo de perder deixa claro que não tem forças para vencer.

Segue a vida. Segue o jogo. O Corinthians continua vivo. E o Corinthians é sempre maior que tudo isso. Domingo é contra a porcada e é contra eles é hora de se reerguer!

Pra mim, o ano novo começa agora, Feliz 2011 Corinthians!

Eliminado1 Não queremos ser campeões.

Autor do post:
Sandro Terranova
@sandroterranova
corinthians@osgeraldinos.com.br

TOMA ESSA PORRA DESSE TROFÉU!

Como ficará a Taça da Libertadores na sala de troféu do Corinthians o dia em que a conquistarmos.

 

Ontem o Corinthians perdeu para o medíocre time do Tolima e estamos fora da Libertadores, mas quer saber, DANE-SE!

Esse post vai para aqueles que não consideram e nem respeitam a história. Quando comecei a ser corinthiano, ninguém nem sabia o que era Libertadores, ninguém disputava essa porra desse campeonato. Só quem disputava era Argentina e Uruguai, tanto que o Peñarol tem seis títulos, Independiente tem mais uns seis, Boca Juniors também tem mais seis, Estudiantes, Racing, Nacional,  enfim, o Brasil nunca deu importância pra esse título. Meia dúzia de clubes brasileiros tem esse título.

O Corinthians Reinou absoluto de 1910 até 1954, passou por uma seca de 23 anos, período em que a torcida só cresceu, e isso contribuiu para não termos ganho este campeonato. A Libertadores começou em 1960 e a imprensa dá mais valor para a Libertadores da América do que para o Campeonato paulista por exemplo que mais de  cem anos! Isso eu não entendo.

Tanto é verdade, que o campeonato Mundial de Interclubes, que era deisputado pelo vencedor da Libertadores contra o da Champions League, nem era reconhecido pela FIFA, passou a ser reconhecido de 20o0 pra cá, ano em que o Corinthians foi o Vencedor, só que mais uma vez, os intelectualóides da imprensa esportiva não consideram como legítimo.

Não se trata de discurso de perdedor, mas a imprensa odeia tudo que é do Corinthians. Pq? Porque o Corinthians dá audiência! Simples. Então vamos falar mal o máximo possível.

O Corinthians é mais que isso tudo! Que se foda que fomos desclassificados, mas de pressionar o clube, pois mudanças precisam ser feitas, por exemplo o Palmeirense do Roberto Carlos não pode mais vestir a o manto sagrado, o Tite tem de ser mandado embora em pleno vôo, e principalmente mandar quem não quer jogar bola, quem está acima do peso, e não é só o Ronaldo, Dentinho e Jucilei tb estão, mandar o preparador físico embora que é incompetente,etc.

Não se pode fazer disso um trauma, um cavalo de batalha, temos de olhar pra trás e ver que o Corinthians tem um passado glorioso e isso é o que importa.

Tenho uma idéia, o dia que tivermos essa taça na sala de Troféus do Parque São Jorge, vai poder ver ela que ficará num quarto escuro durante todo o dia e às 23:59:59 segundos, um flash vai iluminá-la de cabeça para baixo com a seguinte frase:

“TOMA ESSA PORRA DESSE TROFÉU!”

 

PS: Esse blog é exclusivo para Corinthianos, se vc não torce para o Corinthians saia do blog e não deixe seu comentário, se vc deixar ele será censurado.


CORINTHIANS BI-CAMPEÃO MUNDIAL INTERCLUBES!!!

Recentemente, em meio a muita polêmica, a Confederação Brasileira de Futebol – CBF homologou os títulos da Taça Brasil e Roberto Gomes Pedrosa, ascendendo Santos e Palmeiras a condição de maiores vencedores do campeonato brasileiro de futebol.

 

Tal reconhecimento baseou-se em levantamentos do jornalista Odir Cunha, sendo homologado pela CBF sob o fundamento de que ambos torneios eram as principais competições da época, já que o campeonato brasileiro só começou a ser disputado em 1971.

 

Na esteira desta discussão surge, ainda, a polêmica dos campeões mundiais de clubes. A disputa da Copa Intercontinental de clubes, atual campeonato mundial da FIFA, começou a ser disputada no ano de 1960, tendo como primeiro campeão o Real Madrid – ESP.

 

Mas, afinal, só houve campeões mundiais a partir de 1960? Para muitos, não!

 

Disputada inicialmente em 1952, a Pequena Taça do Mundo reunia os dois melhores clubes da América do Sul e os dois melhores da Europa, que, por sua vez, enfrentavam-se em jogos de ida e volta (totalizando 6 partidas) até definir o maior pontuador, logo, o campeão do torneio.

 

O torneio foi realizado nos anos de 1952, 1953, 1955, 1956, 1957, 1963 e 1975, tendo como campeões Real Madrid, Corinthians, São Paulo, Real Madrid, Barcelona e São Paulo, respectivamente.

 

Ora, se a Copa Intercontinental de clubes só começou a ser disputada a partir de 1960 e se a Pequena Taça do Mundo era, até então, o principal torneio de clubes do Mundo, por que não reconhecer seus campeões?

 

Desta forma, o São Paulo ficaria com quatro títulos mundiais (55/92/93/05) e o Corinthians com dois (53/00), fazendo justiça a excelente equipe tricolor e ao esquadrão alvinegro dos anos 50, para muitos a melhor equipe da década no Brasil.

 

Veja abaixo a campanha do título corinthiano de 1953.

 

 

PEQUENA TAÇA DO MUNDO DA VENEZUELA

 

Sede: Venezuela

Campeão: Sport Club Corinthians Paulista

Vice-campeã: A. S. Roma-ITA

Artilheiro: Luizinho (COR) – 5 gols

ELENCO: Cabeção, Idário, Goiano, Homero, Olavo, Julião, Cláudio, Luizinho, Carbone, Mário e Baltazar.

OPONENTES: Barcelona-ESP (Velasco; Biosca, Segarra, Flotats, Hanke; Bosch, Gonzalvo, Lásló Kubala*, Basora; Manchón e Moreno), Roma-ITA (Destaques eram Gandolfini e Perissinoto) e Caracas XI-VEN.

JOGOS:

11/07/1953

ROMA 2 x 1 CARACAS XI

 

14/07/1953

CORINTHIANS 1 x 0 ROMA (Luizinho)

 

16/07/1953

BARCELONA 2 x 3 CARACAS XI

 

18/07/1953

CORINTHIANS 3 x 2 BARCELONA (Luzinho (2) e Carbone)

 

21/07/1953

CORINTHIANS 2 x 1 CARACAS IX (Cláudio e Carbone)

 

23/07/1953

BARCELONA 1 x 0 ROMA

 

25/07/1953

ROMA 2 x 2 CARACAS IX

 

27/07/1953

CORINTHIANS 1 x 0 BARCELONA (Goiano)

 

29/07/1953

BARCELONA 4 x 2 ROMA

 

31/07/1953

CARACAS IX 0 x 2 CORINTHIANS (Cláudio (2))

 

01/08/1953

BARCELONA 3 x 2 CARACAS IX

 

02/08/1953

CORINTHIANS 3×1 ROMA (Cláudio e Luzinho (2))

* O húngaro Lásló Kubala era a grande estrela deste torneio, sendo responsável direto pela conquista do bicampeonato espanhol do Barça. No entanto, todo talento do craque húngaro sucumbiu a classe de Luizinho “o pequeno polegar”, que, além de artilheiro, foi eleito o melhor jogador da copa.

 

Fonte: LANCE NET http://www.lanceactivo.com.br/Blog/Post/PostView?profileId=2848&postId=62865


Corinthians mil anos na frente dos “traíras” Palmeiras e São Paulo.

Mesmo ficando sem título no ano do Centenário, o Corinthians mostrou estar mil anos na frente do São Paulo e Palmeiras, já que os três compõe o chamado trio de ferro do futebol paulista. O Coringão foi o único entre eles a ir para a cobiçada Libertadores, sem falar de outras conquistas extra campo.

Em um excelente trabalho de bastidores, o presidente Andrés Sanchez conseguiu escantear o São Paulo de Juvenal Juvêncio, “a lenda”, da Copa de 2014. Governo, CBF e Fifa toparam construir o Fielzão e fazer a abertura do torneio no tão sonhado estádio da Fiel.

Outro golaço alvinegro: a construção do CT Joaquim Grava, o maior e mais moderno da América latina, sem dúvida. Mesmo incompleto, já transformou-se na “Cidade Corinthians”, além de estar em excelente localização (perto do aeroporto de Cumbica, estratégico para a Copa 2014).

O Timão saiu-se melhor nos bastidores do que dentro de campo. Vejam o Palmeiras. Investiu milhões nas contrações de Valdívia, Kléber e do técnico Felipão e nem conseguiu passar pelo Goiás na semifinal da Copa Sul americana. A Arena Palestra, que nascerá da reforma do velho Parque Antártica, é uma esperança, porém um grande problema também. O dinheiro é pouco e o trabalho, muito.

O São Paulo está ferido. Depois de sete anos, cadê a Libertadores? As eleições vêm aí e Juvenal pode ter o “reinado” interrompido. No Palmeiras, Belluzzo já jogou a toalha e três facções disputam o poder do clube.

Enquanto isso, a nova democracia corintiana segue o curso comum. Timão está apaziguado politicamente e continuísmo nunca mais.

E tenho dito!

Fonte: Blog do Chico Lang clique aqui


Todos contra o Corinthians!

Porcos e Maricas reunidos para derrubar o Corinthians!

Essa Palhaçada vai ter troco, podem esperar!

Fonte: Blog do Chico Lang clique aqui


A REPÚBLICA POPULAR DO CORINTHIANS!

 

Este Campeonato Brasileiro de 2010 foi um divisor de águas na minha vida como corinthiano. Mesmo em 2007 quando se juntaram asa forças do Sul (Grêmio e Inter), relembrando as tropas de Getúlio que massacrou com os Paulistas na Revolução de 1932, para derrubar o Corinthians para a segunda divisão, eu não fiquei tão impressionado com o Anti-Corinthianismo.

Mas dessa vez foi demais. Se juntaram SPFC (bambis), Palmeiras (porcos), Guarani (bugres) e Cruzeiro (marias), mais a pressão de suas respectivas torcidas para que o Timão não fosse campeão.

Nem na entrega da Taça ao campeão Fluminense, esse ódio pelo Corinthians não ficou contido. Pois de hoje em diante existem dois grupos de torcedores, os Corinthianos e os anti-corinthianos.

O vídeo acima mostra o que realmente é a torcida do Corinthiasn, não é um time, é uma religião, um estado de espírito, uma República, a República Popular do Corinthians.

Esta República está em guerra e podem esperar que isso vai ter TROCO!

 


%d blogueiros gostam disto: