Arquivo da categoria: GERAL

Arena Corinthians: Dinheiro Público X Dinheiro Privado

Imagem

tem assunto que é muito chato ficar explicando, mas devido ao grande número de Chororôs e mimimis, ai vai minha última palavra sobre o assunto.

Muito já foi dito e explicado sobre a origem do dinheiro do estádio do Corinthians, que vai fazer a Abertura do Copa, pq aqui não tinha nenhum estádio com tal capacidade, mas aqui vai um ponto final.

O BNDES empresta dinheiro pra quem ele quer e quem ele acha que pode pagar. O corinthians é o estádio mais valioso, com a maior torcida, dá os maiores pontos de audiência, tem a torcida que mais consome, por isso o BNDES emprestou dinheiro público para nós construirmos o Estádio, pois sabe que vamos pagar.

São 33 mi de torcedores no Brasil, se cada um der 1 real, paga e sobra!

Agora, para aqueles que ainda não se convenceram, fiquem com essa teoria que é a melhor!

Num shopping center algumas lojas não pagam aluguel para o dono do shopping, são aquelas lojas maiores, tipo Pernambucanas, Lojas Americanas, Casas Bahia, Samsung, Apple, enfim, os grandes magazines. eles não pagam, pois são eles que atraem os clientes e dão lucro ao shopping.

O shopping só existe porque elas estão lá. É assim também nas praças de alimentação, onde Mcdonald’s, Bob’s, Habib’s gozam desse privilégio.

O Corinthians, Barcelona, real Madrid, Milan, Internazionale de Milão são uma dessas lojas, sem ele ninguém veria o Campeonato Brasileiro e nem o seu time pela TV se não fossemos nós!

Se não fosse o Corinthians, a TV não teria lucro e não transmitiria o jogo do seu time!

Você não ia ver programa de resenha esportiva tipo ‘Jogo Aberto’ da Band que só fala de Corinthians e por isso se mantém no ar.

As rádios também não transmitiriam jogos, pois os jogos do Corinthians permite pagar o prejuízo das transmissões dos outros jogo, que têm baixa audiência.

Portanto, pra você que se indigna com o fato de o Corinthians construir estádio com dinheiro público, deveriam dobrar a língua antes de falar bobagem e reverenciar essa atitude que vai ajudar a salvar o seu próprio time de uma fórmula que tá deixando o futebol brasileiro mais pobre, que é o campeonato de pontos corridos.

E tem que construir estádio pra gente mesmo! temos público pra isso! E fim de papo!

Pra ilustrar o que eu falei, segue o comentário de um leitor do blog, em que as palavras se coadunam com o meu pensar.

O ódio que os outros torcedores sentem pelo Corinthians só tem um nome: INVEJA.
Explico: depois que o Corinthians deixou de jogar no Morumbi (a não ser contra o próprio São Paulo), o tricolor paulista deixou de arrecadar milhões de reais! E essa inveja tem um outro fator importante; a torcida do São Paulo não é nem a terça parte da torcida do Corinthians!
Por que os gaúchos odeiam o Corinthians? Porque a torcida do Corinthians é maior que a população do Rio Grande do Sul. Isso quer dizer que as torcidas do Grêmio e do Internacional, JUNTAS, é MENOR que a METADE da torcida do Corinthians! Não adianta discutir. Os números falam por si e eles não mentem! Isso causa inveja, e a inveja causa ódio!
Quanto às arbitragens, o Corinthians, assim como todos os clubes brasileiros, já foram ajudados e prejudicados por péssimos árbitros e péssimos auxiliares! O problema é que quando os clubes são ajudados, seus torcedores não dizem nada; só reclamam quando são prejudicados!
Por exemplo, os torcedores do Internacional reclamam do jogo de 2.005, por causa de um pênalti não marcado a favor do Inter. No entanto, eles adoraram quando, na Libertadores de 2.006, o Inter só se classificou porque o juiz anulou dois gols legítimos do Nacional do Ururguai, no Beira-Rio! E então? Disso eles não falam!
Quem assiste ao programa JOGO ABERTO da Band sabe que esse programa só existe por causa do Corinthians. Se o Corinthians não existisse, esse programa também não existiria!
Tenho dito! Sérgio Reinaldo Rosman


Verdadeira história do ‘Tabu’ de 11 anos!

 Tabu: Santos ficou 11 anos sem perder para o Corinthians no Paulistão

Caros amigos, o Corinthians ficou onze anos sem vencer a equipe do Santos, em partidas que se referem ao campeonato paulista.
Durante o período de 1957 e 1968, Santos e Corinthians fizeram 22 partidas pelo campeonato estadual, com 16 vitorias da equipe santista e 06 empates.

Porém, neste período o Corinthians venceu o Santos quatro vezes:
27 / 03 / 1958: Corinthians 2 x 1 Santos – Torneio Rio São Paulo
21 / 03 / 1960: Corinthians 2 x 1 Santos – Torneio Rio São Paulo
29 / 03 / 1961: Corinthians 2 x 0 Santos – Torneio Rio São Paulo
16 / 06 / 1962: Corinthians 3 x 1 Santos – Taça  São Paulo.

O jogo que encerrou o jejum de vitórias do Corinthians, foi realizado no dia 06 de março de 1968 no Pacaembu. Como sempre por ocasião dos jogos entre estas duas equipes, a imprensa fazia um grande alarido sobre o “tabu”, visando principalmente ganhar audiência.

Até aquela data, o Corinthians já estava 11 anos e 22 partidas sem ganhar do Santos, em jogos válidos pelo Paulistão. Um tabu que vinha desde os 3 a 3 em 1957, quando o Timão conquistou a Taça dos Invictos e jogou pela primeira vez contra o Rei Pelé.

Naquela noite, contando com os novos reforços Paulo Borges, Bulão e Eduardo, além do técnico Lula (ex-Santos), o Corinthians entrou em campo determinado e pronto para passar pelo difícil e até então, imbatível Santos de Pelé. No primeiro tempo, o jogo terminou empatado. O grande destaque foi o zagueiro Luis Carlos, que fez uma marcação implacável no Rei.

Lance do jogo em 1968: Paulo Borges, caído
entre Ramos Delgado e Joel

O time do Santos não conseguiu reeditar as grandes atuações que vinha fazendo naquele ano. Perdeu algumas chances, principalmente quando já estava 1 x 0, com Pelé cara a cara com o goleiro e chutando no poste.

No segundo tempo, o Corinthians começa pressionando e Rivelino chuta uma bola na trave. Logo depois, aos 13 minutos, Paulo Borges faz 1 a 0, após uma tabela com Flávio. Melhor em campo, o Timão segue firme em busca do objetivo. Aos 31 minutos, Rivelino lança Flávio, que aproveita a chance e aumenta: 2 a 0.

Fim do tabu, mas quem ficou com o título paulista de 1968 foi o Santos, sagrando-se Bi-Campeão com 04 rodadas de antecedência. A partir de 1969, para evitar que o campeonato perdesse o interesse pelo fato de algum time sagrar-se campeão com muita antecedência, o Paulistão deixou de ser por pontos corridos.
De nada adiantou mudarem a fórmula, pois em 1969, o Peixe sagrou-se Tri- Campeão Paulista.

Abaixo, o vídeo do jogo da quebra do ‘tabu’

 
FICHA TÉCNICA


CORINTHIANS: Diogo, Osvaldo Cunha, Ditão, Luís Carlos (Clóvis) e Maciel; Édson Cegonha e Rivelino; Buião, Paulo Borges, Flávio e Eduardo. Téc.: Lula

SANTOS: Cláudio, Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Joel (Oberdã) e Rildo; Lima e Negreiros; Kaneko, Toninho, Pelé e Edu. Téc.: Antoninho

Local: Estádio do Pacaembu – São Paulo (SP)
Data: 06/03/1968
Árbitro: Roberto Goycochea (Argentina)

Público: Não disponível Renda: NCr$ 153.390,50 Gols: Paulo Borges (13 – 2º) e Flávio (31 – 2º)


CORINTHIANS CAMPEÃO PAULISTA DE 2013!

Um é bom, dois é ótimo 3 é demais, mas 27 Paulistas só o Bi-Campeão do Mundo tem! Vai Corinthians!

27 campeonatos é pra poucos!

27 campeonatos é pra poucos!

Na Vila Belmiro, nossa casa de praia, mais um título Paulista! Pescaria deu muito lambari e sardinha! kkkk VaiCorinthians


CORINTHIANS BICAMPEÃO MUNDIAL! VAI CORINTHIANS!

Nem nos meus mais lindos sonhos eu poderia imaginar um ano assim! 2012 entrou pra história da minha vida! é tudo nosso! Parabéns Timão!

Começo pela despedida Épica no Aeroporto de Guarulhos! O que é que foi aquilo?

Corinthians aeroporto

Depois, a INVASÃO CORINTHIANA NO JAPÃO! O jogo teve65mil torcedores e com certeza 40mil eram corinthianos! Quero ver qual torcida vai fazer isso algum dia! Nenhum time do mundo é capaz disso!

Detalhe, nenhuma ocorrência de vandalismo, roubo ou coisa que o valha foi registrada, para a tristeza da imprensa São Paulina das redações dos jornais e revistas brasileiras!

Até o pessoal da ESPN que é a mais isenta disse que foi mesmo uma invasão! #ChupaAntis

Foi uma das emoções mais fortes que eu já senti na vida! Só quem é corinthiano sabe disso! Obrigado Corinthians por me fazer feliz e salvar o ano do futebol brasileiro !

Campeão Mundial

Enfim, o Corinthians é isso! 2013 tem mais!

VAI CORINTHIANS

 

 

Chupa Antis!


PARABÉNS MOLECADA! CORINTHIANS OCTACAMPEÃO DA COPA SÃO PAULO DE JUNIOR 2012!

Futuro Esquadrão Corinthiano.

Com a melhor campanha da história, 28 jogos, 28 vitórias, tomando apenas 2 gols, o Corinthians se sagrou campeão pela oitava vez da Copa São paulo de Juniores. Torneio que começa com 96 times e é disputado por times do país inteiro.

Sob o comando do Ex-jogador e Técnico Narciso, que tem uma bela história de superação na sua carreira, tanto como jogador como treinador, o Corinthians superou a melhor campanha de todos os tempo, que era a da Portuguesa do Dener, jogador da Portuguesa que faleceu em acidente de carro.

Por sua vez, a Fiel lotou o Pacaembu no feriado de Aniversário de 458 anos da Cidade de São Paulo, com 37500 pessoas.

O choro do moleque Marquinhos mostra o que é o Amor pelo Corinthians. Assita o vídeo:

História do jogo:

Guilherme Franco
Especial para o site da FPF
No Pacaembu

O Corinthians sagrou-se octacampeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior ao vencer o Fluminense, por 2 a 1, nesta quarta-feira, às 10h, no estádio do Pacaembu. No 458º aniversário da cidade de São Paulo, o alvinegro não deu chances ao adversário carioca e conquistou a 43ª edição da competição com dois gols do zagueiro Antônio Carlos. De campanha irretocável, a equipe treinada pelo técnico Narciso venceu os oito jogos disputados e obteve um saldo de 30 gols marcados contra apenas dois sofrido.

A equipe paulista repete os feitos de 1969, 1970, 1995, 1999, 2004, 2005 e 2009 num estádio do Pacaembu de grande público. Com 37.659 pessoas, a torcida corintiana lotou as arquibancadas, numeradas e tobogã, enquanto que os cariocas encheram a arquibancada lilás, espaço destinado ao Fluminense.

Graças à vitória sem a necessidade da disputa de pênaltis, o Corinthians tornou-se o sexto campeão com 100% de aproveitamento. Atlético Mineiro em 1976; Internacional (RS), em 1980; Portuguesa, em 1991; o próprio Corinthians em 1999 e São Paulo em 2000, venceram todos os jogos. Além disso, com o resultado de 2 a 1, o Corinthians superou a Portuguesa e se tornou o campeão de melhor campanha da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O jogo começou agitado e com os times mostrando bastante ansiedade, mas com o Corinthians disposto a impor o ritmo logo nos primeiros minutos. Apesar da pressão alvinegra, aos quatro minutos o atacante tricolor Marcos Júnior aproveitou a bobeira da zaga corintiana, invadiu a área e bateu cruzado para uma ótima defesa do goleiro Matheus. Dois minutos mais tarde veio a resposta da equipe paulista. O lateral-direito Cristiano partiu com liberdade pelo flanco do campo e chutou forte, mas o goleiro Silézio espalmou para escanteio.

Com os dois times buscando ampliar o número de títulos do campeonato, a partida era de bastante equilíbrio e de boas oportunidades para ambas as equipes. Enquanto as oportunidades do alvinegro paulista saíam da forte pressão imposta, o time carioca arriscava nas jogadas de contra-ataque e bola parada.

Aos 14 minutos o Corinthians chegou mais uma vez com perigo pela lateral. Após ótima jogada individual do lateral-esquerdo Denner, o ala cruzou na cabeça do atacante Douglas, que mandou para fora. O jogo seguia bastante equilibrado, mas o time corintiano continuava com as melhores oportunidades.

Já aos 23, o Fluminense teve a melhor chance do jogo de abrir o marcador no estádio do Pacaembu. Após bom contra-ataque armado pelo meia Eduardo, o atacante Marcos Júnior saiu na cara do goleiro Matheus e bateu para fora, perdendo chance incrível. O tricolor carioca chegou novamente aos 45 quando o volante Higor recebeu na entrada da área e arriscou chute rasteiro nas mãos do goleiro corintiano. Um minuto mais tarde o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim da primeira etapa.

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. Porém, ao contrário da etapa inicial, desta vez quem começou pressionando foi o time do Fluminense e aos quatro minutos o atacante Michael recebeu cruzamento do atacante Marcos Júnior, aproveitou a falha do goleiro Matheus, que espalmou a bola para baixo e abriu o placar para a equipe carioca: 1 a 0. Esse foi o primeiro gol que o arqueiro titular corintiano sofreu na competição.

Três minutos mais tarde, o Fluminense chegou novamente na bola aérea. O meia Eduardo cruzou na cabeça do lateral-direito Fabinho que mandou no ângulo, mas o goleiro Matheus evitou o que seria o segundo gol da equipe carioca. Aos 9, o técnico corintiano Narciso mexeu pela primeira vez na partida ao colocar o meia Wesley no lugar volante do Giovanni.

Após o gol, a torcida passou a empurrar mais do que nunca o time corintiano, mas a equipe carioca continuava sendo mais perigosa nos contra-ataques. Aos 16 minutos o técnico Marcelo Veiga mudou no Fluminense. O camisa 10 Eduardo foi substituído pelo lateral-esquerdo Fernando. Dessa forma, o comandante alterou o esquema tático, deslocando o ala Ronan para a meia. Um minuto mais tarde, a equipe carioca chegou novamente na velocidade do atacante Marcos Júnior, que cruzou bola fechada na área corintiana, mas o meia Fernando chegou tarde.

Quatro minutos mais tarde o Corinthians deixou tudo igual no placar da final da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após cobrança de escanteio do meia Matheuzinho, o zagueiro Antônio Carlos se antecipou à zaga carioca cabeceou forte para marcar o gol de empate, 1 a 1. O técnico Narciso mudou pela segunda vez o Corinthians, colocando o atacante Leandro no lugar do lateral-direito Cristiano.

Aos 26 minutos foi a vez do técnico do Fluminense, Marcelo Veiga, mexer no time. Entrou o lateral-direito Igor Julião no lugar do autor do gol, Michael, deixando a equipe mais defensiva. Cinco minutos mais tarde, o goleiro corintiano Matheus espalmou chute forte do lateral-esquerdo Fernando e salvou o Corinthians. Em seguida, aos 33, a última alteração do Corinthians. O goleiro Matheus saiu contundido e deu lugar a Ravi, camisa 12.

O Fluminense equilibrou o confronto, mas foi o Corinthians quem chegou novamente. Aos 39 minutos, o atacante Leandro fez boa jogada individual e cruzou rasteiro, porém o companheiro de ataque Wesley, bateu por cima.

Quatro minutos mais tarde, porém, o alvinegro paulista fez explodir a torcida no estádio do Pacaembu. Quase como uma repetição, o meia Matheuzinho mandou na cabeça do zagueiro Antônio Carlos, que marcou novamente se tornando o grande herói do jogo: 2 a 1.

Aos 48 min do segundo tempo, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apitou o fim do jogo para a alegria da torcida corintiana. Com grande atuação do zagueiro Antônio Carlos, que marcou os dois gols, o Corinthians conquista pela oitava vez na história o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Dessa forma, o alvinegro não dispara somente no número de títulos (oito no total), mas confirma a hegemonia na competição da categoria mais importante do país com seis troféus nos últimos 17 anos. Sob a liderança do vitorioso técnico Narciso, o alvinegro paulista provou ser praticamente imbatível na Copa São Paulo de Futebol Junior e levou novamente taça para o Parque São Jorge.

Ficha técnica

Corinthians: Matheus (Ravi); Cristiano (Leandro), Antônio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanni (Wesley) e Matheuzinho; Douglas e Leonardo.
Técnico: Narcisio.

Fluminense: Silézio; Fabinho, Wellington, Léo Lelis e Ronan; Willian, Rafinha, Higor e Eduardo (Fernando); Marcos Júnio e Michael (Igor Julião).
Técnico: Marcelo Veiga.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira;
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Luis Alexandre Nilsen;
Quarto árbitro: Jorge Torres;
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo;
Data: 25 de janeiro, às 10h.
Gols: Michael, aos 4min, Antônio Carlos aos 21 e aos 43 min do 2ºT.
CA: Anderson, Gômes (COR); Willian, Silézio, Fabinho (FLU).
Público: 37.659 pessoas.


Fonte: Site da FPF

PS: Mais a noite o Corinthians Principal venceu o Guaratinguetá por 2 X 0 pela segunda rodada do Campeonato Paulista 2012 e terminou a noite dando mais uma alegria pra fiel!


SÓ QUEM É CORINTHIANS SABE O QUE É!

Corinthiano é aquele que vê pela primeira vez o time entrando e arrepia até a alma .

Aconteceu em São Paulo, um menino de 8 anos chegou em casa e perguntou:
– Pai, para que time eu torço?
O pai imediatamente detectou o problema. Não ligava muito para futebol, nunca tinha conversado com o filho sobre o assunto. Percebeu que o menino tinha chegado a uma idade em que é obrigatório ser torcedor. Decidiu que se esforçaria para reparar o erro.

Prometeu ao filho que o levaria a jogos de todos os clubes grandes de São Paulo, para que o garoto tivesse todas as oportunidades para escolher seu time do coração. Fez a devida lição de casa. Aprendeu os fatos, os nomes, os momentos e lugares importantes na História de cada clube.

A primeira visita foi ao Morumbi, numa tarde de jogo do São Paulo. Chegaram cedo, passaram no Memorial, viram os troféus da Copa Libertadores, da Copa Intercontinental.
– Filho, o São Paulo é o mais bem sucedido clube brasileiro no cenário internacional. Ganhou a Libertadores 3 vezes, foi a Tóquio duas vezes para conquistar a Copa Intercontinental, também tem um Mundial de Clubes da Fifa. Além disso, foi o primeiro clube da cidade a ter o seu Centro de Treinamento. E claro, é o dono desse estádio, o Morumbi, o maior de São Paulo.
O jogo foi ótimo, o São Paulo venceu, o menino ficou impressionado com o tamanho e conforto do Morumbi.
– E aí, quer comprar uma camisa? – perguntou o pai.
– Ainda faltam três times, né? Prefiro esperar.

A segunda visita foi ao Palestra Itália. Passearam pela sede do clube. Viram os bustos de Ademir da Guia, de Junqueira, de Waldemar Fiúme. Também conheceram a sala de troféus. Sentaram-se nas numeradas do estádio do Palmeiras.
– Filho, esse time é diferente dos outros, por causa da conexão com a origem dos torcedores. O Palmeiras tem uma ligação sanguínea com a Itália, se chamava Palestra Itália. Claro, ninguém precisa ser italiano para torcer pelo Palmeiras, mas é bonito ver essa relação familiar com o time. Os palmeirenses são apaixonados por essa camisa. Grandes craques passaram por aqui ao longo dos tempos. Tanto que o time tem o apelido de “Academia”. – contou o pai.
O Palmeiras ganhou, o menino vibrou. Gostou do ambiente no Palestra, da proximidade do gramado.
– Vamos comprar a camisa? – o pai perguntou.
– Mas ainda faltam dois times…

Próxima parada, Vila Belmiro. No carro, indo para Santos, o pai começou a falar sobre as glórias do time.
– Meu filho, esse time que você vai conhecer hoje é um patrimônio do futebol. É o time em que jogou o Pelé, o maior jogador da História. Teve o melhor time de todos os tempos, no começo da década de 60, quando não havia adversário neste planeta que pudesse vencê-lo. Você vai ver a quantidade de taças que eles têm.
Visitaram o Memorial das Conquistas e sua impressionante coleção de troféus. As fotos do timaço que conquistou o mundo duas vezes, do Rei Pelé e de tantos e tantos jogadores lendários.
O Santos ganhou o jogo, o menino ficou empolgado. Na Vila, dá para ficar ainda mais perto do campo.
Na saída, a mesma pergunta.
– Vamos comprar a camisa?
– Calma pai, ainda tem um jogo para a gente ir, não tem?

E foram ao Pacaembu, num domingo à tarde. Não conseguiram sair cedo de casa, estavam um pouco atrasados. O pai foi falando sobre o Corinthians no carro.
– Filho, estamos indo ao Pacaembu, mas o Pacaembu não é o estádio do Corinthians. É da prefeitura, porque o Corinthians não possui um estádio próprio. Mas a torcida se sente muito bem lá. Outra coisa: o Corinthians é o único time de São Paulo que ainda não ganhou a Copa Libertadores. Mas tem um detalhe interessante: é a maior torcida de São Paulo, e a segunda maior do Brasil. É uma torcida tão apaixonada que é chamada de “Fiel”. Esta torcida ficou por mais de vinte anos sem ganhar um título sequer, no entanto, incrivelmente, foi exatamente neste período que a torcida mais cresceu.
Dificuldades para estacionar o carro, confusão na descida da escadaria, empurra-empurra, correria, etc… enfim chegaram em frente ao Pacaembu. Chegando próximo à bilheteria, viram um homem pardo, de chinelos de dedo, comprando seu ingresso com os últimos trocados de sua surrada carteira.

Por causa do atraso, pai e filho entraram no Pacaembu pelo portão principal, quase na hora em que o Corinthians subiu ao gramado. Sentaram-se apertadamente na escadaria da arquibancada de cimento por falta de espaço, e logo tiveram de se levantar, porque o time foi para o campo. A emoção da torcida ao ver o time subir a escadaria do vestiário deixou o menino impressionado…
De repente, o pai percebeu algo assustador. Seu filho estava arrepiado, respiração alterada, chorando de euforia, irriquieto, e ao mesmo tempo rindo sozinho, feliz como se tivesse ganho o maior dos presentes.
– O que aconteceu, meu filho?
– Não sei, pai.
– Por que você está chorando?n
– Não sei…
– Quer ir embora?
– Não, quero ficar.
O jogo estava para começar quando o menino pegou o braço do pai.
– Pai, quero uma camisa.
– Como assim?
– Escolhi, pai.
– Mas o jogo ainda nem começou…
– Não importa, Eu sou corinthiano!

Leia mais: MEU TIMÃO


MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA: FÓRMULA DE 2000 X FÓRMULA DE 2011

Nós Corinthianos já estamos acostumados que nos contestem todos os títulos em que nos sagramos campeões. Desde 1977, que dizem que Rui Rei estava comprado até o de 2005 com o escândalo da máfia dos apitos.

Com o Mundial de Clubes de 2000 não poderia ser diferente. O principal motivo é que o Corinthians não teria ganho a Libertadores e não poderia estar no Mundial.

Primeiro, a FIFA não chancela nenhum título antes de 2000, pois este foi o ano que ela voltou/começou a organizar o Mundial.

Segundo, o Corinthians entrou no mundial, pois era o BI-CAMPEÃO do país sede 1998 E 1999, já que no ano de 2000 não tivemos Campeão Brasileiro! É isso mesmo, a CBF foi impedida judicialmente de realizar o campeonato e passou a bola para o Clube dos 13, que realizou a COPA JOÃO HAVELANGE onde o Vasco foi Campeão em cima do São Caetano, que também entrou no campeonato pelo ‘Módulo Amarelo (leia-se série B). Uma Zona!

Times Participantes:

Equipes

Leia as informações do site: www.acervosccp.com

Clubes como Al Nassr, Corinthians, Real Madrid e Vasco da Gama entraram como campeões da temporada 1998, enquanto os demais se classificaram em 1999. Isso ocorreu também por causa de falta de datas para organizar o torneio. A ideia original era realizá-lo ainda em 1999, com os campeões de 1998. Porém ele foi adiado para 2000 e algumas confederações indicaram os campeões de 1999.[…]

Por fim, a critica mais dura ao Mundial foi a interrupção na sua realização. Inicialmente o torneio estava previsto para ser disputado anualmente e com sedes rotatórias, mas a falência da ISL, empresa que promovia as competições da FIFA, em 2001, fez com que a disputa do torneio fosse interrompida. Somente em 2005, quatro anos depois da primeira edição, a FIFA voltou a organizar o Mundial. Barcelona, Internacional, Manchester United, Milan e São Paulo também foram campeões.

Fonte: http://www.acervosccp.com/artigo03.htm

Veja o que está no site da FIFA:

A primeira vez
O Campeonato Mundial de Clubes da FIFA no Brasil foi o primeiro evento do futebol internacional no novo milênio. A corajosa decisão de globalizar o mundial interclubes levou oito clubes de todas as partes do mundo a se reunirem no Rio de Janeiro e em São Paulo para disputar o torneio. Entre os concorrentes estavam o Real Madrid, escolhido o clube do século pela FIFA, e o então campeão europeu Manchester United. A equipe inglesa vinha de três conquistas na temporada 1999/2000 e inclusive desistira de defender o título da Copa da Inglaterra para enfrentar os melhores clubes de cada continente em solo brasileiro.

O campeão
A final foi disputada entre dois clubes brasileiros. Em um belo dia de sol no Maracanã, Vasco da Gama e Corinthians se enfrentaram pelo título de campeão do mundo. A equipe paulista venceu por 4 a 3 nos pênaltis após 120 minutos de muita tática, mas nenhum gol. Depois de empatar com o Real Madrid e derrotar o Al Nassr da Arábia Saudita e o Raja do Marrocos na primeira fase, o Corinthians de Vampeta, Rincón, Edu, Dida e Edílson venceu a decisão com merecimento diante de 73 mil espectadores.

A surpresa
A final sem nenhum dos clubes europeus foi sem dúvida a maior surpresa do Campeonato Mundial de Clubes da FIFA. O Real Madrid terminou em uma frustrante quarta colocação depois de perder para o Necaxa do México na decisão do terceiro lugar. O time espanhol ficara de fora da final no saldo de gols depois de empatar em pontos com o Corinthians na primeira fase. Já a derrota por 3 a 1 para o Vasco da Gama mandou o Manchester United para casa mais cedo. Os destaques do time carioca na partida foram Romário e Edmundo, este último marcando o gol mais bonito da competição.

O Necaxa do México fez bonito ao levar a medalha de bronze no jogo contra o Real Madrid. Comandado pelo rápido atacante equatoriano Agustín Delgado, o time mostrou bom toque de bola, superou nos pênaltis os aristocratas espanhóis e voltou para casa de cabeça erguida.

A estrela
O atacante corintiano Edílson levou a Bola de Ouro adidas como o melhor jogador do torneio. Com dois gols e uma assistência, o “Capetinha” encantou a torcida com o seu talento em lances como um histórico drible entre as pernas do francês Karembeu, do Real Madrid.

Estatísticas do Brasil 2000:

Classificação final:

  1. Corinthians
  2. Vasco da Gama
  3. Necaxa
  4. Real Madrid

Gols marcados: 
43 (média de 3,07)

Melhor ataque:

Equipe Gols marcados 
Real Madrid 9

 

 

Fonte:  siteFIFA

Veja a tabela dos jogos:

Partidas e Resultados

Primeira Fase

Grupo A
Jogo Data Time da casa Resultados Equipe Visitante
1 05 Janeiro Real Madrid Real Madrid 3:1 (1:1) Al Nassr Al Nassr
2 05 Janeiro Corinthians Corinthians 2:0 (0:0) Raja Casablanca Raja Casablanca
5 07 Janeiro Real Madrid Real Madrid 2:2 (1:1) Corinthians Corinthians
6 07 Janeiro Raja Casablanca Raja Casablanca 3:4 (1:1) Al Nassr Al Nassr
9 10 Janeiro Real Madrid Real Madrid 3:2 (0:1) Raja Casablanca Raja Casablanca
10 10 Janeiro Al Nassr Al Nassr 0:2 (0:1) Corinthians Corinthians
Grupo A
Equipe Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols A Favor Gols Sofridos Pontos
Corinthians Corinthians 3 2 1 0 6 2 7
Real Madrid Real Madrid 3 2 1 0 8 5 7
Al Nassr Al Nassr 3 1 0 2 5 8 3
Raja Casablanca Raja Casablanca 3 0 0 3 5 9 0
Grupo B
Jogo Data Time da casa Resultados Equipe Visitante
3 06 Janeiro Manchester United Manchester United 1:1 (0:1) Necaxa Necaxa
4 06 Janeiro Vasco da Gama Vasco da Gama 2:0 (0:0) South Melbourne South Melbourne
7 08 Janeiro Manchester United Manchester United 1:3 (0:3) Vasco da Gama Vasco da Gama
8 08 Janeiro South Melbourne South Melbourne 1:3 (1:2) Necaxa Necaxa
11 11 Janeiro Manchester United Manchester United 2:0 (2:0) South Melbourne South Melbourne
12 11 Janeiro Necaxa Necaxa 1:2 (1:1) Vasco da Gama Vasco da Gama
Grupo B
Equipe Jogos Vitórias Empates Derrotas Gols A Favor Gols Sofridos Pontos
Vasco da Gama Vasco da Gama 3 3 0 0 7 2 9
Necaxa Necaxa 3 1 1 1 5 4 4
Manchester United Manchester United 3 1 1 1 4 4 4
South Melbourne South Melbourne 3 0 0 3 1 7 0
Terceiro lugar
Jogo Data Time da casa Resultados Equipe Visitante
13 14 Janeiro Real Madrid Real Madrid 1:1 Prorr. (1:1, 1:0) 3:4 PSO Necaxa Necaxa
Final
Jogo Data Time da casa Resultados Equipe Visitante
14 14 Janeiro Corinthians Corinthians 0:0 Prorr. 4:3 PSO Vasco da Gama Vasco da Gama
Fonte:  site FIFA
Esta fórmula voltou a ser praticada desde 2007, onde o time do país sede, o campeão, também participa, no caso de 2011, o Kashiwa Reysol do técnico Nelsinho e de Jorge Wagner, O Traidor!
Mas o que me espanta é que a Imprensa não fala nada e passa por cima do fato de Santos e Barcelona entrarem só na SEMI FINAL! Isso sim é um absurdo!
Veja a tabela do Mundial de 2011:
Enfim, qual seria a Fórmula ideal? Será que se o Corinthians entrasse na Semi Final em 2000 a imprensa ficaria quieta? Será que é justo entrar só na semifinal? Porque isso? Seria a Fórmula de 2000 a mais justa?
Eu acho que sim, o certo é formar dois grupos e os dois melhores de cada grupo se enfrentarem num quadrangular mata-mata, como foi em 2000!
Este blog serve pra isso, dizer o que a imprensa esportiva não tem coragem de falar e mostrar o que os anti Corinthianos gostam de esconder por conveniência!
Por essas e outras é que nós Corinthianos temos de falar de boca cheia que somos sim Campeões Mundiais! O PRIMEIRO CAMPEÃO MUNDIAL PELA FIFA!
Vai Corinthians

COMEMORA FIEL! O CORINTHIANS É PENTACAMPEÃO!

Pois bem, ontem o Corinthians foi PentaCampeão Brasileiro e eu vi o jogo em Santo André, com meu pai, e eu nunca sofri tanto. O domingo começou triste com a notícia da morte de Sócrates, mas acho que isso deu mais força aos Mosqueteiros. O minuto de silêncio foi emocionante! Todos com a mão levantada como ele fazia quando comemorava seus gols.

Jogo tenso e o rival querendo estragar a festa, mas no fim deu tudo certo. Parecia virada de ano, muito fogos como é de praxe lá no ABC/ZL.

Corinthians como sempre contra tudo e contra todos, nadando contra a maré!

Ah, encima da Porcada foi mais gostoso!

VaiCorinthians


Salve Doutor Sócrates! O título é pra você!

Perguntaram uma vez para o Sócrates, como ele queria morrer. Ele respondeu: “Quero morrer em um Domingo e com o Corinthians Campeão”

Vai em Paz doutor!


Porque será que o Campeonato Brasileiro sempre dura até a última rodada? Porque o Campeão nunca mais saiu antes?

Lendo alguns comentários no blog, um vascaíno levantou uma bola aqui.

Quando o SPFC foi tri-campeão, além da torcida ser menor e não dar muita audiência e não gerar tanta renda, por duas vezes, senão me engano, foram campeões por antecipação, ou seja, campeões antes do fim do campeonato e ai ninguém mais viu futebol, nem vendeu Jornal, ninguém mais vendeu jogos no Paper view, enfim, o Campeonato Brasileiro começou a dar prejuízo. Cogitou-se até a volta do mata-mata.

Os dois últimos anos teve entregadas! Malas brancas! E não adianta serem ingênuos porque quem já jogou futebol, mesmo que seja na rua, sabe que um goleiro nunca rebate uma bola na pequena área, isso é um erro primário!

Vejam o que o Rafael disse:

olha… eu sou vascaíno.. moro no rio… mas tb achei muito estranho os dois gols do vasco…. mas acho q isso pode ser mais culpa da confederação brasileira… é muito estranho sempre chegar na última rodada sem saber qual é o campeão por antecedência com 38 rodadas durante 4 anos seguidos… é muito coincidência por muto tempo p/ muitas rodadas….
acho que deve haver alguma reunião da confederação com as federações estaduais que depois é repassada p/ os clubes envolvidos (depois passados p/ alguns jogadores só) p/ render até a última rodada….p/ poderem levantar mais verbas em bilheteria, imagem de jogadores, patrocínios e do campeonato, apostas de jogos de loteria, e desvio de dinheiro p/ organização do campeonato e além de continuar com o status de campeonato mais emocionante e mais disputado do mundo. e outras coisas a mais que de repente somente eles poderosos devem saber, né…

pode ser que exista essa possibilidade sim.. poderia haver uma cpi p/ isso..

Veja o comentário do leitor aqui

Será que estão comprando alguns jogadores, não precisa comprar o time inteiro, até porque não dá, mas alguns jogadores, para que algum clube seja favorecido e com isso o Campeonato dure mais tempo só por Dinheiro?

O Corinthians corre o risco de não ser campeão e ter passado mais de 50% dos jogos em 1° lugar! Será que as vitórias não deveriam valer mais pontos? Ou isso acabaria com o campeonato mais cedo? Quais são as fórmulas de pontos corridos usadas na Europa por exemplo?

Se alguém souber e quiser comentar fiquem a vontade.

Abraços e Vai Corinthians!


%d blogueiros gostam disto: