Sobre a camisa grená.

Uniforme II deu sorte ao Corinthians, 2 X 1 no Coritiba!

 

Muito tempo se passou e muita coisa aconteceu desde o último post, mas o tempo voa e é muito difícil achar tempo pra escrever. Mas como não sou jornalista, não gosto da obrigação de escrever, até pra não ficar chato, pois o blog tem de ser uma distração e desabafo. Vi a repercussão que a camisa qrená do Corinthians deu na mídia e nas redes sociais, vi até a nota dos gaviões da fiel, jornalistas etc.

Eu achei a camisa bem bonita e quando foi usada pela primeira vez teve uma boa causa, pois era para homenagear o time do Torino da itália que foi o primeiro time internacional a enfrentar o Corinthians e que tinha uma camisa grená, e que sofreu um acidente onde morreu o time inteiro.

Ocorre que o Corinthians não tem dono, pertence a todos nós corinthianos, e para aqueles que não são sócios, mas querem contribuir com o time de alguma forma, o marketing esportivo e venda de produtos e camisas são uma boa opção.

Sou de Santo André, já na divisa com a cidade de São Paulo, ali em São Mateus, Itaquera, e sei bem o que o Corinthians representa pra esse povo. Quando somos campeões parece até fim de ano de tantos fogos, muito mais do que a torcida de outros times.

Nunca tive a oportunidade de frequentar o clube, mas entendo que isso não me torna menos corinthiano do que os sócios! Cuidado para vocês não ‘Elitizarem o Corinthianismo’, e acharem que quem é de São Paulo é mais contiano do que os que estão fora da cidade, do Estado ou do País. me mudei para o Estado do Paraná, onde a torcida do Corinthians é maior do que a do Coritiba e do Atlético Paranaense juntas e é o estado onde tem mais coirnthianos depois de São Paulo, e tem muito torcedor fanático que mata e morre pelo time.

Ser Corinthiano é um estado de espírito, é uma religião, não importa se mora no Tatuapé ou na PQP! Sou contra a campanha de que não podemos comprar camisas que não sejam preta e branco ou só a branca. Quando era criança tinha um sonho de ter uma camisa do corinthians oficial e não podia ter. Hoje gosto de colecioná-las e entendo que isso não prejudica o time, pois se prejudicasse, não estaríamos construindo Estádio, não teríamos a marca mais forte dentre todos os times, não teríamos saído da segunda divisão com a facilidade que saímos, CT novo,  etc.

Os clubes hoje são cada vez mais parecidos com empresas, infelizmente, e se bobearmos vamos ficar pra trás. Pensar no Corinthians como os áureos tempos, onde não se pensava em investimentos, já não funciona e isso é fato.

Portanto, sem essa de que não é bom vender camisa, o marketing não presta, blá blá blá, cada um faz sua parte e no fim dá tudo certo. Claro que a camisa tem toda uma história, sem falar na mística, mas arrecadar dinheiro por outros meios faz bem pro clube, até porque, se fosse manter o clube com dinheiro dos sócios, seríamos um time medíocre.

Vamos nos preocupar com o que está por vir, e fiscalizar a construção do Estádio, contratação de jogadores, pressionar técnico e dirigentes, torcer muito, apoiar o time como sempre a fiel faz e deixar essas questões menores e protestos idiotas como o visto no jogo contra o Coritiba, onde dois bestas entraram o campo exibindo a camisa listrada em protesto contra a grená de lado. E fim de papo!

 

Vai Corinthians Porra!


2 respostas para “Sobre a camisa grená.

  • Filipe

    Caríssimo! Concordo contigo, mas gostaria de ponderar um aspecto disso. A necessidade de um terceiro uniforme é imposta pela fornecedora, e é ela quem ganha dinheiro. Dos 190 reais para o Torcedor se tornar um outdoor ambulante, o Clube só recebe um pedacinho, além dos contratos com a fornecedora e os anúncios.
    Portanto, estão se aproveitando da Fiel, de forma predatória, está é a verdadeira questão a ser debatida.

    No mais, o Clube deveria se estruturar de forma a contar com sócios que pudessem votar, mesmo de outro estado ou país.
    Ontem, assim como todos os dias, os sócios mostram que o Clube não depende deles, a não ser na politicagem do Conselho – e quando tivermos sócios eleitores, isso tudo irá mudar.
    O Clube vive vazio de sócios. Tem dias em que as molecadas de outros clubes, que vêm ao Corinthians para jogos, futsal, handebol, basquete, vôlei, etc, chegam em maior número que os sócios presentes. Ontem, sábado frio com um solzinho bom pra contemplar a luz no Parque Sagrado, se tivéssemos 100 sócios presentes na Grandiosa Cidade Corinthians, era muito.

    Eu defendo a história da camisa grená, mas não defendo ESTA camisa grená de agora, se é que me faço compreensível. Pois defender ESTA camisa, por defender, achando que estamos defendendo o CORINTHIANS, é na verdade defender esse quadro aterrador de sócios e de devassidão mercadológica com algo que é Sagrado.
    Enfim, obrigado pelas reflexões.
    VIVA O CORINTHIANS NOSSO DE CADA DIA!!!

  • Eduardo Claudino

    Bom artigo, e com argumentações convincentes. Acho que o corinthians é muito maior que esses melindres e pequeninisses.

    Vamos juntos pra frente pelo corinthians, para o corinthians e com o corinthians sempre!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: