EUFORIA CARIOCA, por Dr. Osmar de Oliveira

Vários flamenguistas e vascainos torceram para o Flu, ontem. Botafoguenses também.

Aqui em São Paulo, nenhum palmeirense ou são-paulino torceu para o Corinthians.

Lá todos jogam no campo do Botafogo, o Engenhão. Aqui, ninguém joga no campo do São Paulo, o Morumbi.

Ontem, pela manhã, no Rio, dirigentes de vários clubes enalteciam a campanha do FLu. Em São Paulo, no mesmo horário dirigentes de Corinthians e Palmeiras, se acusavam pesadamente, pelo rádio.

Hoje, escuto e leio cariocas lembrando que é o 2º título consecutivo deles; Flamengo em 2009 e Fluminense em 2010. Não importa se nesses 40 anos de série A, os paulistas tenham ganho 17 vezes e os cariocas 13 ( considerando aqui o título de Flamengo em 87). Interessa o hoje. E os cariocas arrumam um jeito de inventar novas alegrias. Diferentemente daqui em que a entrega de jogos para prejudicar rivais está virando moda.  Estamos fazendo guerra urbana de torcedores no asfalto da cidade e os cariocas estão comemorando a volta da paz nos morros.

Não quero dizer com isso que o futebol carioca é melhor que o de São Paulo, muito pelo contrário, se formos pensar em infraestrutura, administração, organização. Mas quero dizer, que precisamos aprender com eles como se faz a festa, como se respeita o adversário. Não é a festa dos rojões e dos shows a que me refiro. É a festa por um clube do Estado que busca uma hegemonia perdida pelo tempo. É como se estivessem dizendo : a taça ficou por aqui mesmo. Está na casa do meu vizinho. Aqui, taça na casa do vizinho, é taça na casa do inimigo. Está mais que na hora de mudarmos essa mentalidade beligerante.

Aqui se fala que o SP conquistou títulos pelo poder político, que o Corinthians roubou um título, que a Parmalat deu 2 títulos ao Palmeiras, que só por causa de Robinho o Santos tem um título. Não seria melhor dizer que o SP tem 6, o Corinthians tem 4, o Palmeiras também, o Santos tem 2 e o Guarani tem 1 ?. No Rio, não interessa se o Botafogo foi ajudado no único título que tem, que o Fluminense merecidamente tem 2, o Vasco tem 4 e o Flamengo tem 6 ( considerando o de 87 ). Em Minas, que se poderia esperar acirrada rivalidade, nenhum cruzeirense contesta o título do Galo em 71 e nenhum atleticano desmerece o título do Cruzeiro em 2003. O mesmo se diga no sul, onde o Inter tem 3 e o grêmio só 2. Até no paraná, se respeita o título do Coritiba em 85 e do Atlético Paranaense em 2001. Falta um ? Ah, foi  o do Bahia em 88.

 

Fonte:http://drosmar.com/a-euforia-carioca/


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: