Diretoria do Corinthians se reúne no CT em busca de centroavante

Estamos precisando muito de um centroavante.  Eu traria o Guerrero,  que está insatisfeito no Flamengo e já conhece o clube. 

https://www.meutimao.com.br/noticia/216357/diretoria_do_corinthians_se_reune_no_ct_em_busca_de_centroavante?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter&utm_campaign=Feed%3A+noticias-do-corinthians+%28Meu+Timão%29


Corinthians 2 x 1 Internacional – Pra exorcizar o fantasma da Arena

O Timão venceu graças aos gols de Guerrero e Fagner, ambos no primeiro tempo. Claudio Winck descontou para o Colorado

Publicado em 17/07/2014 21:30 | Agência Futebol Interior .

São Paulo, SP, 17 (AFI) – O fantasma do Itaquerão definitivamente não existe mais. Depois de perder para o Figueirense e empatar com o Botafogo, o Corinthians finalmente conheceu sua primeira vitória em sua nova casa, ao vencer o Internacional por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, em confronto válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com um começo fulminante, o Timão abriu o placar comGuerrero aos sete e ampliou com Fagner dois minutos depois. Claudio Winck descontou para os gaúchos já no fim do jogo.

Com o triunfo, o Corinthians chegou aos 19 pontos, na vice-liderança do Nacional. Já o Colorado, perdeu a oportunidade de ultrapassar o rival paulista e estacionou nos 16 pontos, descendo para a 9ª posição.

O jogo

O torcedor que compareceu ao Itaquerão e esperava por um equilibrado confronto entre Corinthians e Internacional, rapidamente viu que o panorama da partida seria completamente diferente. Com muita vontade de vencer em sua nova casa, o Timão teve um início arrasador. Logo aos 7 minutos, Jadson deu bonito lançamento para Guerrero que teve tranquilidade para deslocar o goleiro Dida e abrir o placar.

A torcida ainda comemorava o tento, quando viu a bela movimentação do ataque corinthiano e a entrada de Fagner pela direita para concluir cruzamento e ampliar o marcador. Assustados, os jogadores do Colorado pareciam não acreditar no que viam. Sem conseguir colocar a bola no chão e trabalhar as jogadas ofensivas, os comandados de Abel Braga demoraram a equilibrar as ações.

Daniel Augusto Jr

Com a vantagem de dois gols no placar, os mandantes optaram por trabalhar mais a bola e apenas atacar em boa situação. Do outro lado, os visitantes queriam diminuir a contagem e para isso, avançaram a marcação em seu campo ofensivo. A tática deu certo por alguns minutos, em que D’Alessandro e Alan Patrick tentavam municiar Rafael Moura, no entanto, a sólida defesa paulista levou a melhor em todos os lances.

Por mais que já estivesse vencendo bem a partida, o Corinthians retornou para o segundo tempo disposto a ampliar o placar. Embalado pela torcida que compareceu em peso, o Timão dominou os 15 minutos iniciais e perdeu boas chances de marcar seu terceiro gol. Luciano de cabeça, por muito pouco não deixou o seu, assim como Jadson, que cobrou falta por cima do gol.

Com o passar do tempo e sem conseguir chegar ao terceiro gol, o Timão recuou e chamou o Inter para seu campo defensivo. Com grande espaço pelas duas pontas, os laterais Fabrício e Wellington Silva criavam boas oportunidades, mas quando conseguiam superar a defesa adversária esbarravam no goleiro Cássio.

Desesperado, Abel Braga apostou nas entradas de Valdivia e Claudio Winck. Com energia renovada, o Inter ainda teve forças para pressionar os paulistas nos quinze minutos finais. Já aos 46 do segundo tempo, Winck completou cruzamento de cabeça e descontou o placar. Um prêmio de consolação para os gaúchos que foram melhores na maior parte da segunda etapa.

Próximos jogos
O Corinthians volta a campo no domingo, longe de seus domínios, para enfrentar o Vitória, às 16 horas. Já o Internacional joga no mesmo dia e horário, em casa, contra o Flamengo. Os confrontos são válidos pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X INTERNACIONAL

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Cléber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias (Bruno Henrique), Petros e Jadson; Luciano (Romarinho) e Paolo Guerrero (Romero).

Técnico: Mano Menezes

INTERNACIONAL

Dida; Wellington Silva, Paulão, Juan e Fabrício; Willians (Wellington Paulista), João Afonso (Claudio Winck), Alan Patrick e D’Alessandro; Jorge Henrique (Valdivia) e Rafael Moura

Técnico: Abel Braga

ÁRBITRO: Wagner Reway (MT)

GOLS: Guerrero e Fagner (Corinthians); Claudio Winck (Internacional)

CARTÕES AMARELOS: Gil, Guerrero e Elias (Corinthians), Wellington Silva, João Afonso, Willians e Paulão (Internacional)

CARTÕES VERMELHOS:

RENDA: R$ 2.556.385,50

PÚBLICO: 32.817 torcedores

LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo


Arena Corinthians: Dinheiro Público X Dinheiro Privado

Imagem

tem assunto que é muito chato ficar explicando, mas devido ao grande número de Chororôs e mimimis, ai vai minha última palavra sobre o assunto.

Muito já foi dito e explicado sobre a origem do dinheiro do estádio do Corinthians, que vai fazer a Abertura do Copa, pq aqui não tinha nenhum estádio com tal capacidade, mas aqui vai um ponto final.

O BNDES empresta dinheiro pra quem ele quer e quem ele acha que pode pagar. O corinthians é o estádio mais valioso, com a maior torcida, dá os maiores pontos de audiência, tem a torcida que mais consome, por isso o BNDES emprestou dinheiro público para nós construirmos o Estádio, pois sabe que vamos pagar.

São 33 mi de torcedores no Brasil, se cada um der 1 real, paga e sobra!

Agora, para aqueles que ainda não se convenceram, fiquem com essa teoria que é a melhor!

Num shopping center algumas lojas não pagam aluguel para o dono do shopping, são aquelas lojas maiores, tipo Pernambucanas, Lojas Americanas, Casas Bahia, Samsung, Apple, enfim, os grandes magazines. eles não pagam, pois são eles que atraem os clientes e dão lucro ao shopping.

O shopping só existe porque elas estão lá. É assim também nas praças de alimentação, onde Mcdonald’s, Bob’s, Habib’s gozam desse privilégio.

O Corinthians, Barcelona, real Madrid, Milan, Internazionale de Milão são uma dessas lojas, sem ele ninguém veria o Campeonato Brasileiro e nem o seu time pela TV se não fossemos nós!

Se não fosse o Corinthians, a TV não teria lucro e não transmitiria o jogo do seu time!

Você não ia ver programa de resenha esportiva tipo ‘Jogo Aberto’ da Band que só fala de Corinthians e por isso se mantém no ar.

As rádios também não transmitiriam jogos, pois os jogos do Corinthians permite pagar o prejuízo das transmissões dos outros jogo, que têm baixa audiência.

Portanto, pra você que se indigna com o fato de o Corinthians construir estádio com dinheiro público, deveriam dobrar a língua antes de falar bobagem e reverenciar essa atitude que vai ajudar a salvar o seu próprio time de uma fórmula que tá deixando o futebol brasileiro mais pobre, que é o campeonato de pontos corridos.

E tem que construir estádio pra gente mesmo! temos público pra isso! E fim de papo!

Pra ilustrar o que eu falei, segue o comentário de um leitor do blog, em que as palavras se coadunam com o meu pensar.

O ódio que os outros torcedores sentem pelo Corinthians só tem um nome: INVEJA.
Explico: depois que o Corinthians deixou de jogar no Morumbi (a não ser contra o próprio São Paulo), o tricolor paulista deixou de arrecadar milhões de reais! E essa inveja tem um outro fator importante; a torcida do São Paulo não é nem a terça parte da torcida do Corinthians!
Por que os gaúchos odeiam o Corinthians? Porque a torcida do Corinthians é maior que a população do Rio Grande do Sul. Isso quer dizer que as torcidas do Grêmio e do Internacional, JUNTAS, é MENOR que a METADE da torcida do Corinthians! Não adianta discutir. Os números falam por si e eles não mentem! Isso causa inveja, e a inveja causa ódio!
Quanto às arbitragens, o Corinthians, assim como todos os clubes brasileiros, já foram ajudados e prejudicados por péssimos árbitros e péssimos auxiliares! O problema é que quando os clubes são ajudados, seus torcedores não dizem nada; só reclamam quando são prejudicados!
Por exemplo, os torcedores do Internacional reclamam do jogo de 2.005, por causa de um pênalti não marcado a favor do Inter. No entanto, eles adoraram quando, na Libertadores de 2.006, o Inter só se classificou porque o juiz anulou dois gols legítimos do Nacional do Ururguai, no Beira-Rio! E então? Disso eles não falam!
Quem assiste ao programa JOGO ABERTO da Band sabe que esse programa só existe por causa do Corinthians. Se o Corinthians não existisse, esse programa também não existiria!
Tenho dito! Sérgio Reinaldo Rosman


CORINTHIANS CAMPEÃO DA RECOPA 2013!

Imagem

Contra dos Bambi foi melhor ainda! valeu Timão! 


85 anos de Fazendinha

Blog do Silvinho

Ontem comemoramos 85 anos da inauguração do Estádio Alfredo Schurig, carinhosamente conhecido como “Fazendinha”.

???????????????????????????????

O jogo foi contra o América carioca e terminou empatado em 2 a 2.

O detalhe é que este foi o primeiro jogo do Corinthians realizado como mandante, já que a estreia ocorreu mesmo na condição de visitante, em 1923, em uma vitória por 1 a 0, sobre o Sírio. Comprado pelo presidente Ernesto Cassano em 1926, o terreno foi reinaugurado em 1928, após melhorias no campo e a construção das arquibancadas.

O primeiro gol do Corinthians em sua nova casa foi também o mais rápido registrado até hoje. O ponta-esquerda Alexandre De Maria marcou aos 29 segundos do primeiro tempo e aos 24 minutos. Sobral e Mineiro fizeram os gols do América-RJ.

O último jogo da equipe profissional realizado no estádio aconteceu em um amistoso no dia 3 de agosto de 2002, na vitória por 1 a…

Ver o post original 77 mais palavras


Verdadeiramente, o Campeão dos Campeões

Blog do Silvinho

E hoje o corinthiano amanheceu mais uma vez campeão.

ScreenShot026

Ontem também.

E amanhã, e depois, e depois, também.

Porque ser corinthiano é celebrar diariamente a alegria de ser corinthiano.

Até poderíamos, deveríamos talvez, arte do nosso trabalho, o gostoso ofício de debatermos o futebol imaginando que alguma coisa entendemos dele, analisar taticamente o jogo de ontem.

Mas hoje, em especial, optarei por enaltecer a forma, o jeito, o modo, que conquistamos mais um campeonato.

Nada é fácil, nenhuma disputa é fácil, nenhum jogo é fácil. Você pode torná-lo fácil.

Uma equipe não começa a se tornar campeã depois que o juiz apita o início e o final da partida. A coisa começa antes, na preparação técnica, tática, física, psicológica e espiritual para a disputa.

E foi o que vimos de um lado do campo. Guerreiros, focados, dispostos, comportando-se como campeões, jogando limpo na disputa, buscando a vitória, estrategicamente aniquilando o…

Ver o post original 132 mais palavras


JU-ROS


12 de Junho de 2013 – 20 anos de José Aparecido de Oliveira

República do Corinthians

12 de Junho de 1993, dia dos namorados, frio na capital Paulista, Palmeiras a trocentos anos sem ganhar um titulo.

Lembro-me como se fosse ontem, um sábado de frio (bons tempos que os jogos eram realizados de sábado), tinha 13 anos, acordei, lavei o rosto e comecei meu ritual para ir assistir a final do Campeonato Paulista de 1993.

Estava em Campo Belo (MG) na terra do meu pai, puto da vida, pois queria estar no Estadio do Morumbi para assistir ao jogo com meus amigos, afinal, tinha ido no primeiro jogo com a mesma turma Becker, Jürgen, Klaus, Fabio, Marcelo e Diego

Na época, não tinhamos telefones celulares, para trocar mensagens, não tinhamos cameras digitais, mas tinhamos amor ao Corinthians.

Neste dia, descobri que como o futebol é desonesto, que existem pessoas mal intencionadas, ruins de apito e que hoje são vangloriadas, aplaudidas e muitas vezes perdoadas.
Lembro-me deste…

Ver o post original 306 mais palavras


20 anos de um título que o Palmeiras deve a seus jogadores e, talvez, a Brunoro

Blog do Paulinho

Há vinte anos, o Palmeiras saiu de um incomodo jejum de títulos ao bater seu principal rival, o Corinthians, por três a zero no tempo normal, e depois um a zero na prorrogação.

Não há dúvida de que a equipe do Verdão era melhor, porém, mesmo assim, ações de José Carlos Brunoro nos bastidores contribuíram, e muito, para a conquista.

Declarações de diversos profissionais da arbitragem à época, além de algumas testemunhas próximas ao dirigente palmeirense, garantem que o juiz do jogo, José Aparecido de Oliveira, estava na gaveta.

Fato é que Oliveira teve uma arbitragem no mínimo polêmica, e não foi o primeiro a ser escalado para a partida.

Oscar Roberto de Godoi e Dionísio Domingos, além de Ulisses Tavares da Silva tinham a promessa de que um deles apitaria a final.

De repente, após a vitória do Corinthians no primeiro jogo da decisão, por um a zero, e…

Ver o post original 240 mais palavras


Campeonato Brasileiro 2013 – 4° rodada – Cruzeiro (MG) x Corinthians – Ficha técnica do jogo

República do Corinthians

Quarta feira, no maravilhoso, sensacional, estupendo, ótimo, incrivel, místico, indescritivel horário das 22h (10pm) o Sport Club Corinthians Paulista entrará em campo pela 5.377°  vez em sua história, desta vez para enfrentar o Cruzeiro Esporte Clube, time da cidade de Belo Horizonte (MG), em jogo válido pela 4° rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2013 á ser realizado no Estádio Joaquim Henrique Nogueira – Arena do Jacaré em Sete Lagoas (MG) a ser realizado no dia 05 de junho de 2013.

Vamos fazer nosso 35° jogo no ano com  15 vitórias, 14 empates, 4 derrotas, 48 gols pró, 22 gols contra
Vamos fazer nosso 4° jogo no campeonato brasileiro com uma vitória, dois empates, 03 pró e 02 contra. Levamos 5 cartões amarelos

Na história do Campeonato Brasileiro (inclusive Torneio Roberto Gomes Pedrosa):
Vamos jogar pela 1.182° vez com 505 vitórias; 343 empates; 333 derrotas; Marcamos 1.589…

Ver o post original 1.048 mais palavras


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: